Navigation Menu
Coringa, um produto da cultura pop
out16

Coringa, um produto da cultura pop

Foi simplesmente pelo sucesso de público que me senti atraído para ver Coringa, essa atual versão da série que se liga ao comics norte-americano, tendo o personagem Batman como figura principal. E digo sucesso de público não pelo número de espectadores – mas pelo número de pessoas, críticos ou não, que vi considerar o filme de Todd Phillips como “um impacto total”, que “deixa a gente estático”. Então me senti obrigado a ver esse...

Leia mais
JUSTIÇA MANDA GOVERNO BOLSONARO RETOMAR EDITAL DE SÉRIES COM TEMÁTICA LGBTQ+
out09

JUSTIÇA MANDA GOVERNO BOLSONARO RETOMAR EDITAL DE SÉRIES COM TEMÁTICA LGBTQ+

A 11ª Vara Federal do Rio de Janeiro derrubou nesta segunda-feira (7/10), em liminar, a portaria do Ministério da Cidadania que suspendia o edital de séries com temática LGBTQ+, criticado pelo presidente Jair Bolsonaro durante uma live em 15 de agosto. Na decisão, a juíza Laura Bastos Carvalho afirma que a posição do governo traz indícios de discriminação (leia-se homofobia).   “A alegação de uma necessidade que, em uma primeira...

Leia mais
Bolsonaro desmonta a Ancine e deixa cinema nacional à beira do colapso
out03

Bolsonaro desmonta a Ancine e deixa cinema nacional à beira do colapso

Com somente um diretor, pressionada por crises e pelo TCU, a Agência Nacional do Cinema analisou só seis prestações de contas entre janeiro e agosto. O audiovisual brasileiro corre o risco de ficar paralisado. Desde a posse de Jair Bolsonaro na Presidência, o governo federal não assinou um único ato legal relativo ao cinema – não indiciou nenhum diretor para a Ancine, não nomeou o Conselho Superior de Cinema, nem publicou o decreto da...

Leia mais
Diretores de Bacurau falam ao Le Monde: “Filme funcionou como catarse”
out02

Diretores de Bacurau falam ao Le Monde: “Filme funcionou como catarse”

Para Bacurau, seu terceiro longa-metragem, Kleber Mendonça Filho – 51 anos, antigo crítico de cinema e liderança do cinema que se faz no Recife (PE), no Nordeste – se associou a Juliano Dornelles, que trabalhava até então ao seu lado como diretor de Arte. Conjuntamente, eles se valeram dos filmes de gênero (western, thriller, ficção científica) a que são aficionados para formar um retrato de uma cidade emblemática do Sertão, região...

Leia mais
Dona Didi, a heroína do cinema mudo brasileiro
set28

Dona Didi, a heroína do cinema mudo brasileiro

Em artigo o jornalista e cineasta Marcos Enrique Lopes nos apresenta uma figura-chave para a história do cinema nacional: a italiana radicada no Brasil Adriana Falangola Benjamin, ou Dona Didi (1918-2018), uma “heroína” do período de filmes mudos. Confira.   Por Marcos Enrique Lopes* Adriana Falangola Benjamin, a Dona Didi, na década de 1920, quando protagonizava as aberturas e os encerramentos da produtora Pernambuco-Films...

Leia mais