Navigation Menu
A premonição de Chico Buarque, 14 anos antes de Bolsonaro
jan14

A premonição de Chico Buarque, 14 anos antes de Bolsonaro

Chico Buarque é um daqueles artistas excepcionais, cuja vocação e talento parecem funcionar como que antenas permanentemente voltadas para as alegrias e dores da alma de sua gente e as contradições do seu tempo. “Ninguém vai me surpreender / Na noite da solidão” Cordão, de Chico Buarque O “Chico das Artes, o gênio” – na definição da Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira – estava na Europa na segunda metade do ano de 2004,...

Leia mais
A luz da poesia de Bertolt Brecht em tempos obscurantistas
jan07

A luz da poesia de Bertolt Brecht em tempos obscurantistas

Em artigo no jornal Folha de S. Paulo, o jornalista Mario Sergio Conti analisa o livro Bertolt Brecht – Poesia, lançado recentemente. “Um livraço de poesia traduzida traz Brecht para a atualidade nacional”, afirma. Segundo ele, Com 300 novas traduções, é a maior coletânea da poesia de Brecht publicada em português. A obra foi traduzida e lançada pelo poeta e designer gráfico André Vallias, como selo da Editora Perspectiva. De acordo...

Leia mais
Luis Fernando Verissimo: O Brasil avança para trás
jan03

Luis Fernando Verissimo: O Brasil avança para trás

“Que volte a Martha Rocha e que desapareça para sempre o integralismo, ou coisa parecida” O Brasil avança para trás. Tem saudade de si mesmo. O que explica o ressurgimento no noticiário nacional do movimento integralista senão uma autonostalgia? Uma organização que se denomina integralista anunciou não ter nada a ver com os coquetéis Molotov atirados contra o prédio da produtora do Porta dos Fundos, programa humorístico da TV. O que...

Leia mais
Senzala Brasil: Uma releitura de Gilberto Freyre
dez16

Senzala Brasil: Uma releitura de Gilberto Freyre

Para compreendermos a formação histórica e o caráter predatório da elite brasileira, um livro é fundamental: Casa-Grande & Senzala, do grande sociólogo pernambucano Gilberto Freyre.   por Claudio Daniel     Casa-Grande & Senzala, livro clássico de Gilberto Freyre publicado pela primeira vez em 1933, é obra essencial para entendermos a construção da sociedade brasileira, que desde as capitanias hereditárias até...

Leia mais
O Globo e o jornalismo destemido, segundo Lima Barreto
dez16

O Globo e o jornalismo destemido, segundo Lima Barreto

Apenas após a morte Lima Barreto foi reconhecido como um dos mais importantes literatos brasileiros, o escritor que encarnou o difícil momento de continuidade e ruptura entre um passado que morria com Machado de Assis e um futuro que pertenceria ao mundo moderno.     Em vida, entretanto, foi o jornalismo destemido e de princípios éticos o que mais o distinguiu na sociedade. E é certo que o jornalista Lima Barreto não possuía...

Leia mais