Navigation Menu
Brasileiro Pardo
out21

Brasileiro Pardo

Brasileiro Pardo foi um dos primeiros jornais brasileiros a abordar a discriminação racial, 55 anos antes da abolição da escravatura no Brasil. Lançado sob a inspiração do periódico O Homem de Côr, veio a lume em 21 de outubro de 1833 através da Typographia Paraguassu, de Davi da Fonseca Pinto, localizada na Rua Senhor dos Passos. De ênfase restauradora ou, na terminologia da época, “caramuru” – ou seja, contra a classe política que...

Leia mais
O Dia do Poeta é comemorado em 20 de Outubro, no Brasil.
out20

O Dia do Poeta é comemorado em 20 de Outubro, no Brasil.

Esta data celebra o profissional, que pode (e deve) ser reconhecido como um artista escritor, que usa de sua criatividade, imaginação e sensibilidade para escrever, em versos, poesias que faz. Há séculos as pessoas se emocionam, riem e choram com essas belas produção artísticas, considerada como uma das 7 (sete) Artes Tradicionais. Origem do Dia do Poeta O Dia Nacional do Poeta é comemorado a nível extra-oficial, ou seja, não há uma...

Leia mais
Obra-prima de Lima Barreto contra o racismo era lançada há 110 anos
out20

Obra-prima de Lima Barreto contra o racismo era lançada há 110 anos

Publicado pela primeira vez em 1909, 20 anos após a abolição da escravatura, Recordações do Escrivão Isaías Caminha, primeiro livro de Lima Barreto (1881-1922), foi um marco na disputa de espaço por negros na sociedade brasileira. A obra-prima do escritor carioca retratou, de modo até então inédito, o racismo presente nas instituições e nas instâncias de poder. O escritor Lima Barreto (1881-1922), autor de <i>Recordações do...

Leia mais
Fake news modernista: foto “oficial” da Semana de 22 foi feita em 1924
out17

Fake news modernista: foto “oficial” da Semana de 22 foi feita em 1924

Tida por alguns como imagem-ícone da Semana de Arte Moderna, realizada em fevereiro de 1922, a suposta “foto oficial” não foi feita no célebre festival modernista. Segundo o professor Carlos Augusto Calil, a histórica fotografia foi produzida, na realidade, em março de 1924, durante almoço em homenagem ao empresário Paulo Prado. Em artigo para a Folha de S.Paulo, Calil esclarece a confusão quase centenária e combate, assim, a...

Leia mais
Jeosafá Gonçalves: Mário do quê?
out13

Jeosafá Gonçalves: Mário do quê?

Para a maioria dos paulistanos que já ouviu falar em Mário de Andrade, ele é apenas um nome de biblioteca no centro da cidade. Entre esses, poucos se dignaram sequer a entrar na biblioteca à qual ele emprestou o nome. No entanto, todos os que habitam, trabalham e sofrem no emaranhado de ruas de São Paulo lhe são devedores. Antes dele, esta cidade estava praticamente fora do mapa literário do país.   Por Jeosafá Fernandez...

Leia mais