Navigation Menu
A premonição de Chico Buarque, 14 anos antes de Bolsonaro
jan14

A premonição de Chico Buarque, 14 anos antes de Bolsonaro

Chico Buarque é um daqueles artistas excepcionais, cuja vocação e talento parecem funcionar como que antenas permanentemente voltadas para as alegrias e dores da alma de sua gente e as contradições do seu tempo. “Ninguém vai me surpreender / Na noite da solidão” Cordão, de Chico Buarque O “Chico das Artes, o gênio” – na definição da Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira – estava na Europa na segunda metade do ano de 2004,...

Leia mais
Luis Fernando Verissimo: O Brasil avança para trás
jan03

Luis Fernando Verissimo: O Brasil avança para trás

“Que volte a Martha Rocha e que desapareça para sempre o integralismo, ou coisa parecida” O Brasil avança para trás. Tem saudade de si mesmo. O que explica o ressurgimento no noticiário nacional do movimento integralista senão uma autonostalgia? Uma organização que se denomina integralista anunciou não ter nada a ver com os coquetéis Molotov atirados contra o prédio da produtora do Porta dos Fundos, programa humorístico da TV. O que...

Leia mais
Senzala Brasil: Uma releitura de Gilberto Freyre
dez16

Senzala Brasil: Uma releitura de Gilberto Freyre

Para compreendermos a formação histórica e o caráter predatório da elite brasileira, um livro é fundamental: Casa-Grande & Senzala, do grande sociólogo pernambucano Gilberto Freyre.   por Claudio Daniel     Casa-Grande & Senzala, livro clássico de Gilberto Freyre publicado pela primeira vez em 1933, é obra essencial para entendermos a construção da sociedade brasileira, que desde as capitanias hereditárias até...

Leia mais
Um oráculo chamado Grande Sertão: Veredas
dez09

Um oráculo chamado Grande Sertão: Veredas

O trabalho de criação brasileiro que mais me impacta, e há muito tempo, é Grande Sertão: Veredas, do Guimarães Rosa. Li o romance algumas vezes. Li também a versão em quadrinhos, assisti à série do Walter Avancini dos anos 1980, que está no Globoplay, vi o longa em preto e branco rodado em 1965 por Geraldo e Renato Santos Pereira. E assisti recentemente à premiada montagem para teatro da Bia Lessa.   Por Fernando Meirelles...

Leia mais
Portugal ignora Bolsonaro e vai entregar Prêmio Camões a Chico Buarque
dez06

Portugal ignora Bolsonaro e vai entregar Prêmio Camões a Chico Buarque

Chico Buarque foi o grande vencedor do Prêmio Camões deste ano, ainda que o presidente Jair Bolsonaro já tenha anunciado que não vai assinar o diploma da condecoração. Mas isso não o impedirá de receber a homenagem, conforme decidiu o Ministério da Cultura de Portugal. O governo português anunciou que a entrega do prêmio acontecerá no dia 25 de abril de 2020, em Lisboa. Segundo autoridades, a assinatura do diploma pelo presidente é...

Leia mais