Eixo Rio-São Paulo

AGrassi-300x197Provando a máxima de que, infelizmente em questões de gestão cultural o Brasil é apenas Rio – São Paulo, o governo federal, leia-se Casa Civil e a ministra da Cultura, faz a publicação em  Diário Oficial da União a nomeação do ator, diretor e produtor Antonio Carlos Grassi para o cargo de presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte). O anúncio foi feito há pouco menos de um mês pela ministra Ana de Hollanda.

Grassi, que já presidiu a fundação por quatro anos durante o governo Lula, foi secretário de Cultura do Rio e ocupava atualmente o cargo de gerente executivo regional da TV Brasil no estado.

O Diário Oficial traz também a nomeação do ator Sérgio Mamberti para o cargo de secretário de Políticas Culturais do Ministério da Cultura e sua exoneração da presidência da Funarte

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


18 − 4 =