Navigation Menu

O Dia Nacional da Umbanda é comemorado anualmente em 15 de Novembro.

 

A data celebra a religião da Umbanda, considerada totalmente brasileira e criada a partir de características e misturas de crenças do catolicismo, espiritismo e demais religiões de origens africanas e indígenas.

 

Os umbandistas sofreram preconceito e discriminação por causa da religião no Brasil. Muitos associavam suas práticas umbandistas como satânicas.

 

No entanto, a Umbanda é mais um exemplo da rica diversidade cultural brasileira! Normalmente, os cultos são feitos em terreiros, onde os espíritos de caboclos, pombas-giras, orixás e crianças, incorporam nos médiuns, fazem aconselhamentos ou abençoam as pessoas presentes.

 

 

Origem do Dia Nacional da Umbanda

O Decreto de Lei nº 12.644, de 16 de Maio de 2012, assinado pela presidente Dilma Rousseff, oficializa o dia 15 de Novembro como Dia da Umbanda no país.

 

A data, no entanto, já era comemorada por milhares de pessoas – principalmente os umbandistas – há muito tempo, pois foi a data em que o espírito de um caboclo anunciou a fundação da nova crença.

 

Na verdade, a escolha do dia foi uma decisão das entidades federativas do Rio de Janeiro, durante a I Convenção Anual do Conselho Nacional da Umbanda.

 

Origem da Umbanda

A umbanda surgiu em 15 de Novembro de 1908. Neste dia, um espírito teria se manifestado pela primeira vez em um jovem médium de 17 anos, Zélio Fernandino de Moraes (1891-1975), e mandado criar um novo culto, a Umbanda.

 

Zélio estava sofrendo com uma paralisia que nenhum médico da época conseguia explicar. Um amigo da família do garoto aconselhou que o levassem para a Federação Espírita do Rio de Janeiro, onde o jovem foi “possuído” pelo denominado caboclo das Sete Encruzilhadas, anunciando que deveria ser fundada uma nova religião no Brasil.

O Rum é que comanda o rumpi e o le. Os atabaques são chamados de Ilubatá ou Ilú na nação Ketu, e Ngoma na nação Angola, mas todas as nações adotaram também os nomes Rum, Rumpi e Le para os atabaques, apesar de serem denominação Jeje.

Be Sociable, Share!

Author: Brasil Cultura

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × cinco =