Carnaval 2024: Dicas para curtir a folia e evitar a exaustão térmica

Alguns cuidados para que os foliões curtam os festejos sem prejudicar a saúde

 

As mudanças climáticas têm provocado temperaturas extremas no planeta, e no Brasil temos vivenciado ondas de calor muito altas, como as que aconteceram em novembro do ano passado, quando os termômetros chegaram a mais de 40ºC em diversas cidades brasileiras.

Com a proximidade do Carnaval e as aglomerações que ocorrem durante os eventos, festas e blocos de rua, alguns cuidados são importantes para evitar problemas de saúde mais sérios decorrentes do calor, como explica Fernando Costa, cardiologista da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo, um dos principais hubs de excelência do país. “Ao se expor muito tempo ao calor, sem sombras, pouca água, e uma alimentação não adequada, o corpo pode apresentar dificuldades de equilibrar a temperatura, ocasionando consequências que podem variar de desmaios até outras mais graves como um infarto, AVC ou parada cardíaca”, alerta.

O especialista reuniu algumas dicas importantes para as pessoas curtirem a folia com tranquilidade, sem passar perrengues e prevenir complicações mais sérias de saúde. Confira:
Procure rotas de fuga
Ao chegar no local da folia, sempre analise o entorno do espaço e identifique se existem vias fáceis para sair com tranquilidade, caso o lugar fique muito cheio. “A dica é ficar nas partes periféricas e nunca no meio, dessa forma, caso sinta algum mal-estar, a saída para um ambiente arejado e vazio estará mais próxima”, sugere Fernando. Além disso, o especialista orienta ir a festas e blocos que tenham uma ambulância ou posto médico móvel próximo e ressalta a importância de sempre estar acompanhado de alguém.
Escolha a fantasia com cuidado
Embora Carnaval seja época de exageros, cores e muito brilho, Fernando salienta que roupas muito pesadas, abafadas e até na coloração errada, podem aumentar a sensação de abafamento e agravar sintomas de uma exaustão térmica. “Escolha tecidos leves e opte por cores mais refletivas ao sol que não absorvem tanto calor como o branco, violeta, azul, verde-água, ou seja, cores mais frias”, orienta. Tons de preto, vermelho, amarelo e laranja tendem a reter mais a quentura e podem piorar um hiperaquecimento do corpo.
O médico também sugere não vestir adereços muito pesados ou apertados, principalmente na cabeça, sobretudo para quem tem sensibilidade à estímulos de pressão ou enxaqueca. Além disso, durante os períodos mais quentes, é fundamental deixar o corpo suar e não encarar essa reação como algo ruim. “Transpirar é uma forma de perder calor e faz bem para o equilíbrio da temperatura corporal”. Além disso, não esquecer de utilizar o protetor solar, que deve ser um item obrigatório da fantasia!
Coma carboidratos

Há quem diga que pular Carnaval gasta mais energia que um treino de atleta. De acordo com o cardiologista, essa comparação tem sentido, porque o esportista, como um jogador de futebol, por exemplo, faz pausas durante um treino ou uma partida, o que não acontece muito durante o Carnaval. Os foliões podem ficar muitas horas pulando, as vezes o dia inteiro, sem parar. “É fundamental manter o nível de fornecimento de calorias adequado. A recomendação é uma alimentação rica em carboidrato e açúcar antes e durante para evitar uma hipoglicemia ou outras complicações”.
Sabe aquele docinho que você evita comer todo dia? Segundo o médico, para quem for pular Carnaval está liberado. A dica é levar um chocolate ou um doce de leite na pochete ou na bolsa para comer durante a festa. “São ótimas fontes de reposição rápida de energia”. Mas não abuse na quantidade! Para quem tem diabetes, atenção nesta dica, e sempre converse com seu médico.
Hidratação é a chave

Já dizia Carlinhos Brown, “Olha a água mineral!”. Sim, beber água durante todo o dia de folia é primordial. De acordo com o cardiologista, o ideal é a pessoa dobrar a quantidade de água que já ingere regularmente. “Se a pessoa bebe, 1,5L de água, deve tomar 3L. A transpiração e o gasto de energia serão maiores e, por isso, é necessário repor”. O especialista recomenda também as bebidas isotônicas para apoiar na hidratação, além disso, ele deixa o alerta: bebidas alcoólicas não hidratam e causam o efeito oposto, sugerindo que a pessoa aumente ainda mais a dose de água. E sempre é importante lembrar: beba com moderação!
Se sentiu mal? Saiba o que fazer:
Alguns sintomas que podem indicar uma desidratação ou exaustão térmica são: sensação de desmaio, fraqueza, moleza, visão turva, palpitação, palidez, tremores sem motivos aparentes, náuseas, vômito e frequência cardíaca aumentada. Então, atenção! Caso apresente algum desses sintomas, não se automedique. O mais recomendado é sair imediatamente da multidão, de preferência acompanhado de alguém de sua confiança, e procurar um local arejado, até conseguir atendimento médico. “Em caso de desmaios, não tente levantar a pessoa do chão, peça para os demais se afastarem e chame um atendimento médico de urgência”, explica o especialista.

Sobre a BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo

 

Reconhecida quatro vezes pela revista Newsweek como uma das melhores instituições de saúde do mundo, a BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo é um hub de saúde de excelência que conta com 7 mil colaboradores e 4 mil médicos atuando em três endereços na cidade de São Paulo, nos bairros da Bela Vista (2 unidades) e Jardim América. O hub também faz parte de um grupo de 6 instituições de excelência brasileiras que integram o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS), do Ministério da Saúde.

 

Os serviços da BP são oferecidos por meio de 3 marcas de serviços hospitalares com foco em alta complexidade e que atendem diferentes segmentos de clientes, e 3 marcas que contemplam serviços de medicina diagnóstica, consultas médicas e atendimentos ambulatoriais e educação e pesquisa. São elas: Hospital BP, referência em casos de alta complexidade, pronto-socorro geral e corpo clínico especializado para clientes de planos de saúde e particulares; pelo BP Mirante, hospital que oferece um corpo clínico renomado, pronto atendimento privativo, hotelaria personalizada e cuidado intimista para clientes particulares e de planos de saúde premium; pela BP Medicina Diagnóstica, um completo e atualizado centro de diagnósticos e de terapias, que oferece exames laboratoriais, de imagem, métodos gráficos e de todas as outras especialidades diagnósticas; pelo BP Vital, uma rede de clínicas de diversas especialidades médicas integrada aos demais serviços da BP para cuidar da saúde dos clientes e estimular conversas preventivas sobre a saúde; e pela BP Educação e Pesquisa, tradicional formadora de profissionais de saúde que capacita profissionais por meio de cursos técnicos e de pós-graduação, residência médica, eventos científicos e é responsável por gerenciar mais de 100 estudos e pesquisas na área da saúde com o intuito de contribuir para a evolução da Medicina no País.

 

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


4 × cinco =