Em final bem disputada, Enamorados do Samba de Curitiba escolheu seu samba-enredo para 2024

 

A talentosa cantora e compositora paranaense, Amanda Cortes, defendeu magistralmente a composição vencedora.

 

Sábado festivo no Literário em Curitiba. O concurso, que teve início com a inscrição de 5 sambas, teve como objetivo selecionar o hino oficial da escola para o próximo desfile de Carnaval. A disputa acirrada culminou na vitória dos autores Alex de Souza, Ruy de Barros e Panela, que conquistaram a única vaga disponível.

 

Fundado em 1993 como bloco carnavalesco por Amauri, Marlene e amigos, o Enamorados do Samba tem como símbolos as cores azul, rosa e branco, representando amizade, amor e paz, respectivamente. Seu brasão ostenta um pandeiro, simbolizando o samba, sustentado por duas pombas, que representam a paz. No centro do pandeiro, destaca-se o símbolo mundial da reciclagem, simbolizando o compromisso ecológico da escola.

Ciro Moraes abrilhantou a noite com seu talento.

A Direção da Escola:

Marise Fernandes -Presidente

Ewerton Ferreira-Vice Presidente

Priscila Armentano -Financeira

Paula Armentano-Financeira

Eliza Armentano-Diretora Patrimônio

Tais Fernandes-Secretaria

Ana Cláudia-Diretora da Ala Passistas

Claudio Ferreira -setor de criaçāo

Juarez Maritz( Jotta) Departamento de Criaçăo e Comunicaçăo

Bateria-Ewerton Ferreira ( Xingú )/Amauri Ferreira.

Agostinho Armentano-Diretor Ala Baianas

Luiz Carlos Casagrande (Casinha) -Harmonia

 

.

 

 

 

 

O samba escolhido será a trilha sonora para o enredo intitulado “CAFÉ: ROTAS DE RICAS HISTÓRIAS, CULTURA E DESENVOLVIMENTO”, de autoria de Alex de Souza, Ruy de Barros e Panela. Com versos envolventes, a composição narra a fascinante jornada do café, desde sua descoberta na Etiópia até sua chegada ao Brasil.

 

A letra destaca a influência africana na história do café, abordando temas como a escravidão e a resistência negra. O enredo ressalta a importância cultural e econômica do café, enquanto denuncia as desigualdades sociais presentes na produção deste grão tão brasileiro.

 

O Enamorados do Samba, através de seu enredo, buscará mostrar ao mundo as ricas histórias por trás do café, ressaltando sua essência como elemento fundamental na cultura brasileira. O grão mais brasileiro, representado no samba escolhido, promete encantar e emocionar o público no próximo desfile de Carnaval em Curitiba.

 

“CAFÉ: ROTAS DE RICAS HISTÓRIAS, CULTURA E DESENVOLVIMENTO”

 

AUTORES: Alex de Souza, Ruy de Barros e Panela

 

Bota água pra ferver,

Eu quero ver, samba no pé!

Esse aroma despertou o meu desejo,

Te dou um beijo,

Com gosto de Café.

Uma descoberta fascinante

Na Etiópia distante

Um fruto de vigor e excitação.

Infusão na alma, radiante

Aguça a meditação.

Do velho continente à meca viajou,

Baba levou, sete sementes pro plantio

Seduzindo amores, num buquê de flores,

Chega no Brasil.

Ô ô ô!

No semeio desse grão,

O feitor na plantação opressão e crueldade.

Ô ô ô! Hoje eu bato meu tambor,

A África me ensinou,

Resistência e liberdade.

A lei da abolição,

Mudou as mãos da produção desta riqueza.

O negro foi deixado de lado,

Não prova do seu legado,

No samba foi colher sua grandeza.

E assim…

No solo fértil da oligarquia,

Desigualdade vejo todo dia,

Enredo do meu carnaval.

Enamorados,

Mostra ao mundo inteiro,

O grão mais brasileiro

 

 

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


cinco − três =