O Bloco de Samba Boca Negra e sua Jornada Pela Preservação do Samba Curitibano

 

 Revivendo Tradições e Celebrando a Cultura Negra nas Ruas de Curitiba

O Bloco de Samba Boca Negra, fundado em 2017, se prepara para mais uma emocionante jornada pelas ruas de Curitiba. Sua missão intrínseca é preservar, divulgar e exaltar não apenas o samba curitibano, mas também a rica cultura negra do estado do Paraná.

Diferenciando-se notavelmente da maioria dos blocos, o Boca Negra destaca-se como uma roda de samba itinerante, resgatando os moldes iniciais das escolas de samba. Anualmente, realiza um simbólico cortejo do Viaduto Capanema até a antiga residência do renomado sambista Maé da Cuíca, na região que é considerada o berço do samba curitibano.

Cada ano é marcado por um tema centrado na cultura negra do Paraná, explorando aspectos como “Presença Negra desde a primeira imagem,” “Enedina Alves Marques, a engenheira,” e, para este ano, “Evanira, a maior cantora do Paraná.”

Estendemos o convite a todos que se interessem em se juntar ao Bloco de Samba Boca Negra. Sua participação é crucial para fortalecer e manter viva a história do samba na capital do Paraná, que, lamentavelmente, ainda negligencia os valores e a importância da cultura negra.

Convidamos você a participar da reunião de formação do Bloco, agendada para o dia 30/01 às 19h, no Boteco do Seu Zé, localizado na Travessa Teixeira de Freitas, n° 190 – Centro. Neste encontro, serão apresentados o tema, os sambas, e será realizada a formação para a saída em 2024.

Como bem disse Maé da Cuíca: “Se você é sambista de verdade, abandona a cidade, vai lá pra Vila mostrar…” Deixe o moço falar.

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


cinco × três =