12 de julho – O dia em que a radionovela nasceu

 Rodolfo Mayer, ator principal.
Rodolfo Mayer, ator principal.
Senhoras e Senhores, o famoso Creme

Dental Colgate apresenta o primeiro capítulo da empolgante novela de Leandro Blanco, em adaptação de Gilberto Martins: Em Busca da Felicidade.
Em 12 de julho de 1941, às 10h30, a Rádio Nacional do Rio de Janeiro inaugura novo gênero: a radionovela, adaptada de texto cubano. Antes, havia o radioteatro, histórias curtas em transmissões esporádicas.
Com a radionovela, a trama se desenvolve em capítulos, espécie de transposição do folhetim dos jornais. Sucesso. Com o patrocínio do “criador dos mais belos sorrisos”, Em Busca da Felicidade durou três anos. Típico dramalhão, tinha triângulo amoroso e personagens coadjuvantes. Ao longo da história nasce uma criança, a rádio lança concurso para a escolha do nome: 48 mil cartas chegam à redação, além de chupetas, correntinhas, babadouros, cueiros.
Em 1947, Fatalidade, de Oduvaldo Vianna, é a primeira com texto nacional.
Trecho da novela “O direito de nascer”, apresentada na Rádio Nacional nos anos 1950.

Trecho da novela “O direito de nascer”, apresentada na Rádio Nacional nos anos 1950.

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


cinco × 3 =