Benedito Lacerda

 

Histórico

 

Benedito Lacerda nasceu em Macaé, estado do Rio, a 14 de março de 1903. Aos 17 anos transferiu-se para o Rio já com algumas noções básicas de música, aprofundando-se nas lições de flauta com Belarmino de Souza, pai do compositor Ciro de Souza. Morava no Estácio, berço de bambas, e em 1922 entrou para a Polícia Militar, onde poderia continuar exercendo a música nas bandas dos batalhões.

 

Tornou-se solista e deu baixa em 1927, integrando no ano seguinte o grupo regional ‘Boêmios da Cidade’. Depois de tocar em algumas orquestras de Jazz, resolveu organizar um grupo realmente fiel ao ritmo brasileiro, que foi batizado por ‘Sinhô’ como ‘Gente do Morro’. O grupo durou pouco, mas foi o embrião de um regional que fez escola, mais caracterizado pelos efeitos dos instrumentos de sopro e de corda que dos de percussão: era o ‘Conjunto Regional Benedito Lacerda’.

 

Não podemos deixar de comentar a famosa dupla que formou com Pixinguinha no início da década de 40. Conta-se que Benedito teria pago a hipoteca da casa de Pixinguinha e este, em sinal de gratidão, o teria transformado em parceiro de pérolas como ‘Sofres por que queres’, ‘Naquele tempo’ e ‘1×0’ ( esta feita muito antes por ocasião do gol de ‘Friedenreich’ no Sul-americano de 19 ). Mas o que importa é destacar os arranjos e contrapontos executados pela dupla, que revolucionaram a instrumentação brasileira e influenciaram até hoje os novos talentos musicais.

 

Morreu no Rio de Janeiro, no dia 16 de fevereiro de 1958, antes de completar 55 anos.

Author: Redação

Share This Post On