Navigation Menu

ILHA DO MEL (PR) – PARAÍSO!

 

As mais belas praias do Paraná não estão ao longo dos 90 quilômetros do litoral do Estado. Estão ao redor dos 2.710 hectares de área verde que compõem a ilha do Mel. Se você gosta de natureza intocada, história, esportes radicais ou muita paz você precisa conhecer a Ilha do Mel – patrimônio da humanidade.

 

Localizado no litoral do Estado do Paraná, na entrada da Baia de Paranaguá, a Ilha do Mel é considerada um dos melhores locais para quem gosta de Ecoturismo. Situado entre um complexo de parques estaduais a Ilha do Mel foi transformada em estação ecológica pela UNESCO visando a preservação das suas riquezas e belezas naturais. Possui uma das últimas áreas remanescentes de Mata Atlântica do estado.

 

 

A Ilha do Mel por tratar-se de Estação Ecológica é administrada pelo IAP (Instituto Ambiental do Paraná) que estipula o número de visitantes em 5.000 pessoas. Portanto programe-se antes de viajar pois nos fins de semana, feriados prolongados e no verão a Ilha costuma encher bastante. Reservas antecipadas são fundamentais.

Existem três versões sobre a origem do nome “Ilha do Mel”:

 

Antes da segunda Guerra Mundial a ilha era conhecida coma a ilha do Almirante Mehl, que lá dedicava-se à apicultura.

 

Marinheiros aposentados viviam na ilha e dedicaram-se à apicultura, produzindo uma quantidade suficiente para a exportação do produto até a decada de 60.

 

A água doce existente na ilha contem ácidos húmicos. Isto causa uma coloração amarela, semelhante à cor de favos de mel.

 

Oficialmente, a Ilha era chamada de Ilha da Baleia até o final do século XIX.

 

Como chegar

A partir de Curitiba, seguir pela BR-277 até Pontal do Sul em Pontal do Paraná, onde também é possível chegar de trem pela serra até Paranaguá. A travessia de barco demora cerca de 20 minutos.

 

 

 

Melhor época

O verão, de dezembro a março, é a melhor época para visitar a Ilha, pois durante o resto do ano chove bastante.

 

Infra-estrutura

A ilha conta com pousadas simples, sendo possível também acampar. Há um Posto de Saúde que oferece serviços de pronto socorro e emergências. Não é permitida a entrada de veículos na Ilha.

 

Um fenômeno geólogo está acontecendo na ilha , ela ao longo dos anos está se separando ao meio, formando duas ilhas . Por causa de seu formato ( parecido com o número oito) e o processo de erosão a cada ano diminuem a parte de terra mais estreita na ilha . Geólogos dizem que não há como prever quando ocorrerá a separação, a qual consideram “inevitável”.

Acompanhe abaixo o demonstrativo:

1954 – Naquele ano, eram 153 metros de terra na faixa mais estreita da ilha.

1980 –  85 metros.

1985 – 55 metros.

1991 – 32 metros.

1992 – 12 metros.

2000 – Em maio, 4 metros.

 

 

 

Obras de engenharia podem evitar a separação, mas seriam caras demais, considerando o baixo valor das terras no local.

 

Passeios

 

A Ilha tem diversas opções de passeios. Trilhas, praias,  matas, mangues,  morros e outras ilhas são todas opções imperdíveis.

 

A Gruta das Encantadas

 

A Gruta das Encantadas está envolta em lendas e histórias fantásticas sobre lindas mulheres que encantavam a todos que delas se aproximavam, os homens eram hipnotizados e nunca mais vistos.

 

 

 

Caminhada até a Fortaleza

Saindo da Praia do Farol leva-se cerca de 1 h até 1 h e meia até chegar até a Fortaleza. Existem duas possibilidades de caminho, ou pela praia ou pelo caminho da Figueira que passa pelo meio da floresta e que pode ser utilizado quando a maré estiver cheia.

 

No Forte mesmo vale a pena subir o Morro da Baleia e visitar o labirinto de origem militar. A vista de lá é esplêndida, pode-se ver também a Ilha das Peças.

 

Existe uma pequena gruta no pé do morro, mas o acesso é um pouco difícil, ou tem que atravessar um riozinho ou encarar uma trilha com uma inclinação bem ingrime.

 

 

 

A Trilha do Belo

Próximo ao trapiche começa uma trilha muito bonita. Passa-se pela restinga arbustiva e chega até a Praia do Belo, uma praia pequena com areia e pedras e mangue em volta. A água é calma e com pouca profundidade. Voltando, encontra-se outra trilha que leva até a Praia Grande. Atravessa-se uma parte com uma vegetação totalmente diferente, a floresta ombrófila densa submontana.

 

Caminhada até “Encantadas”

Esta caminhada dura, saindo da Praia do Farol, cerca de 3 horas. Passa-se pelas praias Praia Grande, Praia do Miguel e Praia de Fora, o morro de sabão (como diz o nome, quando molhado vira sabão mesmo…) e pedras. Tem que levar em consideração a maré, pois quando alta, é difícil atravessar as pedras entre as praias. Em Encantadas tem a possibilidade de visitar a gruta. Pode-se alugar barcos para a volta, se estiver cansado demais para enfrentar a volta a pé.

 

Farol

A subida ao farol foi bastante facilitada com a construção de uma escada. Tem-se uma vista belissima de várias praias e do istmo, onde acontece a separação da ilha.

 

Existe também a possibilidade de dar uma volta pela parte norte da ilha, mas isto demora entre 7 e 8 horas. Tem que ter um bom preparo físico para isto e levar comida e água e protetor solar.

 

Alpinismo

Na Ilha do Mel existem três picos de escaladas. O primeiro, e menor, é a Gruta de encantadas, com duas vias sendo uma inteira em móvel. A outra é bem protegida e devidamente grampeada, esta se chama Fada Madrinha.

 

O segundo é o morro do careca, que fica atrás. É neste que se encontram as melhores vias esportivas. E o último é Nhá-Pina: Vias bem esportivas de graduação de 6 até 8 grau. Este é bem difícil de achar.

 

ESPORTES

 

Se você gosta de esportes radicais ou aeróbicos então você vai adorar a Ilha, tem para todos os tipos de aventureiros.

 

 

 

Surf e BodyBoard

A Ilha do Mel é considerado como um dos melhores picos de surf e bodyboard do litoral paranaense destacando-se as Praias de Fora  e Grande.

 

Vela

O Iate Clube de Paranaguá abriga o maior número de veleiros da região. Espalhados por outras marinas também os apreciadores da vela encontram na Baía de Paranaguá um lugar  ideal para a pratica deste esporte nobre.

 

Moto-Náutica

A facilidade e acesso tanto para o mar aberto quanto para o fundo da baía torna esta região estratégica para os adeptos do esporte.

 

Pesca

Você sabia que o litoral paranaense e a Baía de Paranaguá e o quarto maior complexo de reproduções de espécies marinhas do mundo ? Então aproveite.

 

Paragliding

Diversos campeonatos de paragliding já foram e são realizados no morro do Sabão perto das Encantadas.

 

  • Futebol de areia, mergulho, Sky aquático, frescobol, volei,  soltar pipa, correr, ler um livro, pegar sol, ….

 

Para conhecer mais, recomendamos :

http://www.ilhadomelonline.com.br

Be Sociable, Share!

Author: Brasil Cultura

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − 16 =