Navigation Menu

Morre em SP o poeta Marco Pezão, fundador da Cooperifa

O poeta e ativista cultural Marco Pezão morreu neste domingo (13), aos 68 anos. Ele estava hospitalizado devido a um câncer de fígado. Ao lado do também poeta Sérgio Vaz, Pezão foi fundador da Cooperifa, movimento que promove eventos culturais na periferia de São Paulo.

 

Foi o próprio Sérgio Vaz quem noticiou a morte do amigo e parceiro, na página da Cooperifa no Facebook. “Marco Pezão, poeta, cofundador do Sarau da Cooperifa, fotógrafo, amante do futebol de várzea, da poesia, da rua, do teatro, acaba de nos deixar nesta manhã”, registrou Vaz, num texto intitulado “Nóis é ponte e atravessa qualquer rio”.

 

“Neste momento faltam palavras, mas nos falamos mais tarde. Vá em paz guerreiro, é uma honra que nossos caminhos tenham se cruzados. Gratidão por ter dado um pouco da sua existência ao meu lado. Grato pelas lições”, escreveu Vaz. “Foi e pra sempre vai ser um ponto de luminosidade em minha vida. Sigo na missão que aprendemos juntos. Obrigado.”

 

 

Fundada há 18 anos, a Cooperifa realiza “atividades poéticas” no Bar do Zé Batidão, na zona sul de São Paulo. Entre as intervenções culturais já promovidas na região, o site do movimento lista os seguintes: “Cinema na laje, Chuva de livros, Várzea poética, Poesia no ar, Ajoelhaço, Natal com livros, Mostra cultural, Sarau nas escolas e Canja poética”. Segundo o movimento, “o Sarau da Cooperifa é quando a poesia desce do pedestal e beija os pés da comunidade. A Periferia nos une pela dor, pela cor e pelo amor”.

Be Sociable, Share!

Author: Brasil Cultura

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − sete =