Fluxo de turistas no Parque Nacional do Iguaçu cresce 83% entre março e junho

 

Uma das principais tendências para a retomada das atividades turísticas no cenário pós-pandemia é a busca por destinos ao ar livre, em meio à natureza. O Brasil, como um dos líderes mundiais neste segmento, já tem atraído mais visitantes aos seus cenários naturais. O Parque Nacional do Iguaçu (PR), por exemplo, em junho, registrou um aumento de 83% no número de visitantes em comparação a março.

É o quarto mês consecutivo que o local apresenta alta no fluxo de visitação. Em março foram 15.143 visitas ante 20.018, em abril, 24.632, em maio, e 27.739, em junho. A unidade de conservação abriga um dos atrativos naturais mais incríveis do planeta, as Cataratas do Iguaçu.

No primeiro semestre de 2021, o Parque Nacional recebeu 208.360 viajantes, de 91 nacionalidades. Apesar de os brasileiros, principalmente das regiões Sudeste e Sul, liderarem o ranking, os registros mostram que pouco a pouco os turistas estrangeiros também estão voltando a movimentar o turismo nacional. Paraguai, Estados Unidos, França, Alemanha, Rússia, Colômbia, Argentina, Espanha, México e Chile estão entre os 10 países que marcaram presença no parque nos últimos meses.

“Sem dúvida o turismo de natureza é uma tendência, e não há país com mais atrativos naturais do que o nosso. Os Estados Unidos recebem 350 milhões de visitantes em seus parques e nós recebemos 15 milhões. Precisamos aumentar esse número e aproveitar todo o potencial brasileiro. É necessário ampliar a participação da iniciativa privada para melhorar a estrutura desses atrativos e prepará-los para atender a demanda dos viajantes que estarão ansiosos por destinos de natureza daqui para frente”, comentou o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

A administração do Parque Nacional do Iguaçu observa com otimismo os números de visitação dos primeiros seis meses do ano e espera um crescimento contínuo para o próximo semestre. O local, que já chegou a receber 2 milhões de turistas antes da pandemia, segue aberto deste agosto do ano passado seguindo rígidos protocolos de biossegurança para a proteção de turistas e trabalhadores do local. Para mais informações sobre horário de visitação e ingressos clique AQUI.

 

Por Vanessa Castro

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


12 + doze =