29 autores da Globo assinam manifesto de repúdio a Regina Duarte e podem complicar seu retorno à TV

 

A atuação de Regina Duarte como secretária especial de Cultura do governo de Jair Bolsonaro deve complicar um eventual retorno da atriz às novelas da Globo. Ao todo, 29 autores titulares da emissora assinaram nota de repúdio juntamente com mais de 500 artistas contra as declarações que ela deu em entrevista à CNN na última quinta (7). A informação é do Portal UOL.

A carta divulgada no sábado (9) reuniu atores, cantores, intelectuais, produtores, diretores e também uma série de roteiristas. “Como artistas, formamos a maioria que repudia as palavras e as atitudes de Regina Duarte como Secretária de Cultura. Ela não nos representa”, diz trecho do texto assinado por alguns nomes importantes da Globo, como Alcides Nogueira.

Segundo a reportagem, nos últimos anos, o veterano se converteu em um dos parceiros mais habituais da mãe de Gabriela Duarte na rede carioca. De suas últimas cinco novelas, a atriz foi escalada para O Astro (2011) e Tempo de Amar (2017), em que ele dividiu os roteiros com Geraldo Carneiro e Bia Corrêa Lago, respectivamente –ambos também são signatários da missiva.

Dos três trabalhos restantes de Regina, dois também são de autoria de escritores que rechaçam a sua atividade política: Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari, de A Lei do Amor (2016), além de Lícia Manzo, de Sete Vidas (2015). O folhetim das seis, aliás, lhe deu um de seus últimos papéis de destaque, a bissexual Esther –uma personagem que também não concordaria com os seus atuais posicionamentos.

 

FONTE

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


2 × um =