Dados sobre o Rádio no Brasil:

 

 

Reproduzimos abaixo, na íntegra, a pesquisa sobre o rádio e seus principais dados no Brasil. O estudo está disponível também no site “Rádio em Foco”  

1 – Números:

 

– 83% dos veículos no Brasil possuem rádio.

– Nos últimos 5 anos a audiência média do rádio cresceu 44%.

– Pesquisa PROPEG aponta o rádio como a mídia com maior índice de satisfação do público: 73%.

– A participação da mídia rádio no bolo publicitário cresceu 25% nos últimos 5 anos.

 

2 – As Maiores redes de rádio: (por Índice de Potencial de Consumo das praças onde atuam):

 

1. Jovem Pan Fm 43 emissoras – IPC: 34,7

2. CBN AM 21 emissoras – IPC: 31,7

3. Bandeirantes AM 30 emissoras – IPC: 30,2

4. Antena 1 FM 32 emissoras – IPC: 28,4

5. Transamérica FM 35 emissoras – IPC: 26,9

6. Bandeirantes FM 14 emissoras – IPC: 16,4

7. Jovem Pan AM 20 emissoras – IPC: 16,3

8. Rede Gaúcha 46 emissoras – IPC: 2,3

9. Rede Líder 08 emissoras – IPC: 2,1

 

3 – Região por Região:

 

No Brasil 90,2% dos domicícios possuem rádio, ou seja: 38.400.000 casas sintonizadas.. Confira a distribuição destes números por região:

 

Norte 2.050.000 aparelhos ou 78,6% dos domicílios.

Nordeste 8.802.000 aparelhos ou 81,8% dos domicícios.

Centro-Oeste 2.622.000 aparelhos ou 88,0% dos domicílios.

Sudeste 18.273.000 aparelhos ou 94,7% dos domicílios.

Sul 6.653.000 aparelhos ou 96,0% dos domicílios.

 

Nosso País tem 2986 rádios espalhadas por todo o território nacional. Veja como elas estão distribuidas:

 

Norte – 192 emissoras:

 

Rondônia – 40

Acre – 13

Amazonas – 48

Roraima – 05

Pará – 62

Amapá – 09

Tocantins – 15

 

Nordeste – 678 emissoras:

 

Maranhão – 62

Piauí – 67

Ceará -112

Rio Grande do Norte – 41

Paraíba – 62

Pernambuco – 85

Alagoas – 34

Sergipe – 30

Bahia – 185

 

Centro-Oeste – 244 emissoras:

 

Mato Grosso do Sul – 66

Mato Grosso – 59

Goiás – 97

Distrito Federal – 22

 

Sudeste – 1099 emissoras:

 

Minas Gerais – 369

Espírito Santo – 47

Rio de Janeiro – 135

São Paulo – 548

 

Sul – 773 emissoras:

 

Paraná – 275

Santa Catarina – 168

Rio Grande do Sul – 330

 

4 – Perfil do Ouvinte de rádio no Brasil:

 

Sexo

 

53% mulheres (90% das mulheres ouvem rádio regularmente)

47% homens (91% dos homens ouvem rádio regularmente)

 

Faixa Etária

 

10 a 14 anos: 13% (92% ouvem rádio regularmente)

15 a 19 anos: 12% (97% ouvem rádio regularmente)

20 a 29 anos: 24% (95% ouvem rádio regularmente)

30 a 39 anos: 21% (91% ouvem rádio regularmente)

40 a 49 anos: 13% (87% ouvem rádio regularmente)

50 a 64 anos: 12% (84% ouvem rádio regularmente)

+ de 65 anos: 5% (74% ouvem rádio regularmente)

 

Classe Econômica

 

A1: 2% (93% ouvem rádio regularmente)

A2: 6% (91% ouvem rádio regularmente)

B1: 13% (90% ouvem rádio regularmente)

B2: 15% (91% ouvem rádio regularmente)

C: 36% (91% ouvem rádio regularmente)

D: 24% (89% ouvem rádio regularmente)

E: 4% (84% ouvem rádio regularmente)

 

 

5 – Penetração do rádio em alguns mercados: (percentual de consumidores dos produtos ou serviços listados que ouviram rádio nos últimos 15 dias).

 

Refrigerantes tipo cola: 93%

Outros refrigerantes: 91%

Cerveja: 91%

Vinho: 88%

Móveis: 97%

Viagens nacionais: 90%

Lanchonetes: 94%

Restaurantes: 94%

Auto-peças: 93%

 

 

6 – os maiores anunciantes do rádio em 1997: (valores em US$ mil).

 

1. DM Farmacêutica 16.941

2. Casas Bahia 13.075

3. Bradesco 5.223

4. Cerveja Kaiser 4.110

5. Ponto Frio 3.734

6. Casas Sendas 3.160

7. General Motors 3.044

8. Antártica 3.005

9. Brahma 2.987

10. S.N.Babolin 2.945

11. Grupo Bandeirantes 2.751

12. Lojas Copel 2.223

13. Luper Farmacêutica 2.055

14. Supermerc. Mundial 2.038

15. TAM 1.777

 

O rádio é o veículo que oferece a melhor relação entre investimento publicitário e mercado que atinge. Veja abaixo a relação entre investimento e consumo de alguns meios de comunicação:

 

Rádio 1: 22,75

Revista: 1: 5,95

Jornal 1: 2,44

TV 1: 1,62

 

Author: Redação

Share This Post On