Casa Hoffmann no Festival de Teatro de Curitiba

 

 

 Click para ampliar!

 

 

 

 

 

 A Casa Hoffmann – Centro de Estudos do Movimento, espaço da Fundação Cultural de Curitiba, tem participação especial no 14º Festival de Teatro, que começa nesta quinta-feira. A Casa abrigará peças universitárias e curtas-metragens, funcionando como a “Casa da USP” em Curitiba.
A Casa Hoffmann estréia no Festival nesta quinta (17), com a performance “…Mas Não”, da Companhia Deux Elles. Nos dias 23, 24, 25 e 27, o projeto “Altitude 8848” discute a precariedade da comunicação nos relacionamentos humanos.
Nos dias 18, 20, 23, 24, 25, 26 e 27, será a vez da narrativa da Companhia 5PSA na qual os moradores de uma casa vivem sob um conflito religioso. A Companhia de Teatro de Navegação, também de São Paulo, apresenta “Limite”, texto sobre as relações viciadas, nos dias 23, 26 e 27. O resultado do trabalho de encenação a partir do método colaborativo será o espetáculo apresentado nos dias 22, 23, 24 e 25 de março pela Organización Traüme Bizzare sob a direção de Natalva Lordda. Também nos dias 22, 23 e 24, a Casa apresenta o espetáculo “Vazantes” de Eduardo Albergaria. O público poderá ainda conferir o trabalho da Companhia Auto-retrato com a montagem “Retornarse”, nos dias 17, 19, 21, 24, 25, 26 e 27 e o espetáculo “Vôo” nos dias 23, 25, 26 e 27 de março.
Nos intervalos dos espetáculos apresentados na Casa Hoffmann, 18 curtas-metragens serão exibidos ao público. A mostra de curtas foi idealizada como uma alternativa para manter a Casa em constante atividade. “As peças não são longas e, como os horários são de duas em duas horas, decidimos trazer os curtas para que o público não precise ir embora”, afirma Ruy Filho, que está organizando os espetáculos da Universidade de São Paulo.
Entre os filmes selecionados, há produções que tiveram participação em vários festivais nacionais, como o curta “O Lençol Branco”, com a direção de Juliana Rojas e Marco Dutra, que esteve presente no 15º Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo e no Festival de Mar Del Plata, na Argentina.
Os curtas-metragens que serão exibidos: “Feito não para doer”, “O outro dia”, “Antes de partir”, “Amanhã de manhã”, “Notívago”, “O lençol branco”, “Concerto número três”, “Catarina não se cansa de brincar”, “Espera”, “Uma tragédia brutal”, “X”, “Nossos parabéns ao Freitas”, “Viúva”, “Noturno”, “A farsa do Acre”, “Estória Alegre”, “O espetáculo democrático” e “Sinal vermelho”.

Author: Redação

Share This Post On