Dia do Peão de Boiadeiro – 27 de Agosto

rodeio1Inspirado no trabalho de manejo do gado em fazendas, o rodeio esportivo surgiu como evento há mais de 50 anos no Brasil. Inicialmente concebido como um desafio entre peões, o passatempo nos momentos de folga transformou-se em festas do peão caindo logo no gosto popular porque retratavam o dia-a-dia das fazendas.

As primeiras festas do peão aconteceram em Paulo de Faria e Barretos (1956). Nos anos 60 e 70 veio a consagração destes eventos típicos, com montarias em cavalo, no estilo cutiano, totalmente rústico, praticado até hoje somente no Brasil.

Nos anos 80, o tropeiro Tião Procópio, na época cowboy, filho do fundador da festa do peão de Paulo de Faria, trouxe dos EUA, a modalidade em touros. Na mesma época, o oeste paulista começava a formar o reduto quartista, com a importação de cavalos da raça quarto de milha pelo haras King Ranch, instalado em Presidente Prudente, São Paulo.

 

Na esteira da formação do plantel nacional, os criadores também trouxeram a cultura western e das provas cronometradas, como laço em dupla, laço de bezerro, bulldogging, três tambores, rédeas, apartação e western pleasure, todas já muito difundidas no hemisfério norte.

Realizar uma competição com montarias e rodeio cronometrado, passou a ser o modelo dos anos 90, num conceito conhecido como rodeio completo.

Dentro do processo de profissionalização da atividade. Os cowboys viraram competidores e os animais atlelas. O rodeio ganhava conceito de esporte, mas sem estrutura padronizada.

Pôr isso, os quatro maiores eventos de rodeio – Jaguariuna Rodeo Festival, Rodeo de Campeões (Presidente Prudente), Cowboy do Asfalto (Goiânia) e Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos – fundaram em 1996, a Federação Nacional de Rodeio Completo.

Author: Redação

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + doze =