História das pipas, pandorgas e papagaios

pipa-pandorgas-e-papagaios Acredita-se que a primeira pipa do mundo tenha surgido na China, há cerca de 200 anos a.C. criada por um general chamado Han Hsin, com o objetivo de medir a distância de um túnel a ser escavado no castelo imperial. Com o passar do tempo estas pipas logo que sugiram eram utilizadas para fins militares, tornaram-se uma arte popular aquele pais. Aos poucos, foram levadas para países vizinhos como Japão e Coréia.No Japão por volta do século XI relatos indicam que as pipas eram empregadas pelos militares para levar mensagens secretas para aliados. Nos países orientais, as pipas adquiriram um forte significado religioso e ritualístico, como atrativo de felicidade, sorte, nascimento, fertilidade e vitória, exemplo disso são pipas com pinturas de dragões que atraem a prosperidade ou uma tartaruga longa vida, coruja sabedoria e assim por diante. No Brasil, estima-se que as pipas tenham chegado pelas mãos dos portugueses na época da colonização. Hoje, elas são conhecidas por diversos nomes, dependendo da região do País: arraia (Bahia), pipa (Rio de Janeiro), papagaio e pipa (São Paulo), pandorga (Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina), quadrado, tapioca, balde (Nordeste) e (Maranhão).

 

pandorgas-papagaios-e-pipas

Segurança

. Não soltar pipas em dias de chuva ou relâmpagos. . Não soltar pipas perto de fios telefônicos, elétricos ou de antenas. Procure lugares abertos como praças, parques, campos de futebol, etc. . Se a pipa enroscar nos fios, não tente tirá-la. Sempre é melhor perder a pipa do que a vida. Não use linha metálica como fio de cobre de bobinas. . Não use linhas cortante (cerol). É grande o risco de cortar as pessoas com ela, e inclusive você mesmo. . Use luvas para não queimar as mãos na linha. . Atenção com motos e bicicletas. A linha pode ser perigosa para seus condutores. . Olhe bem onde pisa, especialmente para trás. . Não empine pipas em lajes e telhados, pois uma queda poderá ser fatal. Cuidado com as ruas e lugares movimentados.

« »

acompanhe

boletim

receba notícias do site por e-mail

busca de cifras

almanaque

Brasil Cultura - O portal da cultura brasileira (2004 - 2014)

Carregando, por favor aguarde...

Compartilhar o artigo Lorem ipsum:

Compartilhar por e-mail

Adicionar aos favoritos