Navigation Menu

Democratizar a Cultura – Artigo

Recebo telefonema do amigo e camarada Antônio Caccia que faz uma convocação: preciso de uma coluna semanal. Escreva sobre arte e cultura, assim como faz em seu Portal – Brasil Cultura. Claro que o pedido é para refletir sobre o instrumento de mudanças – Cultura. E seu entendimento, assim como o meu, é o da cultura enquanto processo e sabemos que quem faz cultura é o povo, não o governo, seja de direita ou esquerda, mas cabe ao estado garantir meios para que essa produção cultural seja feita de maneira diversa, autônoma e protagonista. Não há como pensar em Sustentabilidade sem pensar em Cultura. Não há como realizar transformações profundas sem a presença da Cultura. E só a Cultura e Arte podem realizar isso em toda sua potencialidade. Aqui no Sul, chamamos de “Piá” o menino, o garoto e mal nos damos conta que a palavra vem do guarani que quer dizer “semente” – “o que virá a ser”. Assim é Cultura que é o cuidado, é o cultivo, o que vira a ser. Assim deve ser entendida.

Então, entendemos que Cultura é o conjunto de tradições, crenças e costumes de determinado grupo social. Assim, a cultura representa o patrimônio social de um grupo e a soma de padrões dos comportamentos humanos. Representa o conjunto de saberes e tradições.

Para tanto nossa coluna semanal irá versar sobre os elementos da cultura e assim associada aos valores materiais e espirituais, vamos bater papo embasados nos elementos da Cultura que são: Elementos da Cultura Material: representa as construções, por exemplo, museus, obras de arte, vestuário, etc.

Elementos da Cultura Imaterial: representa os saberes e valores partilhados entre os membros de uma sociedade. Sempre dentro da perspectiva de se apostar cada vez mais na cultura como uma política pública transformadora.

Como comunicador reafirmo que a identidade cultural, em níveis diferentes, constrói a consciência do povo. Isso ocorre devido à necessidade de comunicação, e aquele que se comunica o faz por meio de certos meios e formas. Consideramos a cultura como o elemento principal que difere uma nação de outra. Os costumes, a música, a arte e, principalmente, o modo de pensar e agir, fazem parte da cultura de um povo e devem ser preservados para que nunca se perca a singularidade e característica de uma nação. Um dos objetivos de democratizar a cultura é aumentar o acesso aos bens culturais que já existem, possibilitando que as pessoas possam desenvolver o seu próprio modo de ser e participar da comunidade como um todo, creio ser assim condição fundamental para fazer da cultura um verdadeiro instrumento de transformação.

Cláudio Ribeiro – Jornalista e compositor.

Jornalista com formação em Direito, funcionário público da Secretaria de Estado da Cultura, foi coordenador do Fórum Permanente de Cultura, ex presidente da Associação das Escolas de Samba de Curitiba, integrante da Ala de Compositores da Mangueira do Rio de Janeiro, apresenta o Programa Almoço à Brasileira pela Rádio Cidade AM 670 Curitiba e 97.3 Paranaguá.

 

 

Be Sociable, Share!

Author: Brasil Cultura

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 1 =