Projeto Raízes do Capão da Imbuia – Quirera e Roda de Samba

CURITIBA – Mansueden dos Santos Prudente, o Mestre Chocolate, que criou o Bloco Carnavalesco Ideias do Ritmo, é ainda uma das figuras mais influentes da cultura negra curitibana. Em sua casa, no Capão da Imbuia, diversas expressões culturais, artísticas e religiosas da cultura do samba paranaense, perseguidas na época, encontraram um espaço de liberdade e manifestação.

Referência até os dias de hoje, Mestre Chocolate empreendeu há mais de 50 anos ações sociais e movimentos alinhados com pautas debatidas atualmente como o feminismo, racismo, politica, tolerância religiosa e o fazer e cantar samba.

Bloco Carnavalesco Ideias do Ritmo

Em 14 de janeiro 1970, depois de uma passagem pela lendária Escola de Samba Colorado, Mansueden dos Santos Prudente, o Mestre Chocolate, criou o Bloco Carnavalesco Ideias do Ritmo, com sede e samba no Capão da Imbuia, bairro em que o sambista morava há 20 anos. A agremiação fez história ao “botar” seu bloco na rua. Em 1971 a escola sagrou-se campeã com o samba “Réquiem para mamangava”. Neste memorável ano, compunham a mesa de jurados os lendários sambistas Cartola (deu a nota 9,5 para o samba) e Leci Brandão. Durante muitos anos o Bloco movimentou o bairro, numa época em que o carnaval levava muita gente para Avenida.

Foi uns dos grandes articuladores para manter vivas diversas vertentes das culturas de matriz africana. Ele é certamente figura essencial no processo de formação da nossa identidade paranaense. No início da década de 80 ajudou a refundar a Associação das Escolas de Sambas e Blocos Carnavalescos com a presidência de Cláudio Ribeiro e vice de Delci D’avila.

A Volta em Grande Estilo

Bloco Carnavalesco Ideias do Ritmo comemora seu jubileu de ouro em 2020. E nada melhor do que o dia do Trabalhador para iniciar as atividades. Neste 1º de Maio, os remanescentes do Bloco se reúne na casa de uns dos bambas, na rua Leopoldo Belczak, para compor a nova diretoria e definir o tema para o Carnaval do ano que vem. Levado a revelar como será a homenagem aos 50 anos do bloco, Moysés Ramos sai pela tangente, puxando um samba antigo “Somos um bloco pequeno, porém decente e até alinhado”, e lembra uma máxima usado pelo saudoso Chocolate “Eu mordo o Cão e às vezes a Prefeitura”.

Neste domingo (05), “Quirera com Frutos de Suíno”, por conta da Confraria e Roda de Samba. E você leva sua bebida.

Além de desfrutar a música de raiz e um repertório que inclui clássicos desse ritmo tão brasileiro e com sambas de Chocolate, os “lá chegados” saboreiam a Quirera exclusiva, preparada com a tradicional amizade dos Amigos do Capão da Imbuia e dos componentes do Bloco Carnavalesco Ideais do Ritmo.

 

INFORMAÇÕES

Moysés Ramos

041 999363342

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*