Show de Aniversário de Dominguinhos no Calamengau

O Calamengau dá as caras dia 5 de março no Vasquinho. Dominguinhos irá comemorar seu aniversario em Curitiba, animando a noitada em uma das casas noturnas mais badaladas do sul do Brasil.

Saiba mais sobre este grande músico brasileiro e não perca a programação.

 Natural de Garanhuns, na parte pernambucana da Serra da Borborema, Dominguinhos começou tocando pandeiro ao lado dos irmãos em um trio de música regional chamado Os Três Pingüins. Logo aprendeu o acordeom e em pouco tempo sua técnica já estava bastante apurada. Quando tinha 7 anos foi ouvido por Luiz Gonzaga que se impressionou com o talento precoce e deu-lhe seu endereço no Rio, prometendo apadrinhá-lo. Aos 13, Dominguinhos resolveu aceitar o convite depois de mudar-se com a família para a então Capital Federal. Gonzaga então deu-lhe uma sanfona de presente. Atento à carência de músicos dedicados à música regional, fundou o Trio Nordestino, mas com o fm da moda do baião, passou a ganhar a vida tocando outros ritmos em gafieiras, boates e na Rádio Nacional. Gravou seu primeiro LP em 1967, e foi descoberto por músicos consagrados que passariam a convida-lo para turnês e participações, entre eles Gilberto Gil (com quem Dominguinhos assinaria algumas composições célebres, como “Lamento Sertanejo” e “Abri a Porta”), Caetano Veloso, Chico Buarque e Gal Costa, que o apresentaria ao mundo levando-o ao festival MIDEM. Dominguinhos firmou ainda mais sua fama de bom compositor depois do estouro, na voz de Elba Ramalho, da toada “De Volta pro Aconchego”, parceria com Nando Cordel. É tido como um grande criador de temas para forró além de um dos maiores sanfoneiros que música brasileira já teve.

 

 

Author: Redação

Share This Post On