Final do FERA em Maringá

Requião visita o Fera em Maringá e garante evento no calendário escolar 

 

 

“É uma iniciativa tão importante quanto as competições escolares e universitárias que estão sendo resgatadas pelo nosso governo”, disse. Um exemplo é a facilidade com que estas crianças aprenderam a tocar flauta doce. “Estamos vendo centenas delas que nunca tiveram contato o instrumento musical e, com este estímulo, elas já estão se revelando”. O Festival de Arte, para o governador, oferece uma dimensão nova ao ensino no Paraná.

 

Movimento – Maringá vive uma semana de intensa movimentação com mais de 5 mil escolares reunidos na cidade. São crianças da rede pública que representam os 58 municípios da região dos núcleos: da cidade-sede, Paranavaí e Loanda. Segundo Requião, Maringá foi propriamente escolhida para abrir o Festival deste ano por questões muito claras: “é a cidade canção e uma região em que temos apoio da sociedade rural, do prefeito e uma perfeita estrutura de escolas estaduais muito bem firmadas”.

 

Esta é a segunda edição do Festival de Arte da Rede Estudantil promovido pela Secretaria de Educação na rede pública de ensino. A primeira foi em 2003. O Fera se realiza durante todo o ano em oito regiões estratégicas abrangendo todo o universo escolar do Estado. Depois de Maringá a próxima etapa será em Umuarama, de 4 a 10 de julho.

 

 

Author: Redação

Share This Post On