Dom Pedro Casaldáliga 2


Ambigüidade. É essa a marca do governo Lula, na opinião de Dom Pedro Casaldáliga, bispo de São Felix do Araguaia (MT) e uma das figuras mais importantes da história recente da Igreja no Brasil e na América Latina.
 Ambigüidade por ter dois pesos e duas medidas em relação à área econômica e à social: “Há ministérios de primeira e segunda classe”, diz ele, em entrevista ao Brasil de Fato. Devido a uma política conservadora no campo econômico e à sujeição ao Fundo Monetário Internacional (FMI) e outros organismos financeiros internacionais, o clima é de decepção, sobretudo entre aqueles que apostavam que o país sairia de uma vez por todas de uma “política do cabresto”, avalia o bispo, que está à espera de um sucessor há dois anos.
 Com a saúde debilitada pela doença de Parkinson e a pressão alta, ele lamenta: “O povo tinha conquistado o poder por meio do Lula, e do PT, mas foi decepcionante.

Entrevista concedida a Paulo Pereira Lima

Author: Redação

Share This Post On