Começou Semana do Choro

 

Chorões

No ano 2000 o Governo Federal resolveu homenagear o compositor Pixinguinha (1897/1973) criando, através de Lei, o Dia Nacional do Choro, exatamente no dia de seu nascimento: 23 de abril. A idéia pegou. Hoje, no país inteiro, a data é comemorada com várias rodas de choro e outras atividades culturais reverenciando o gênero que, ao lado do samba, é a mais pura manifestação da música brasileira.

Em Curitiba ao invés do “dia”, o Clube do Choro de Curitiba tem realizado a Semana Nacional do Choro, com uma programação intensa e ampla, integrando gerações – com músicos veteranos ao lado de jovens instrumentistas – num ciclo que estimula o conhecimento, a troca de experiências e a renovação das obras musicais.

Este ano a Semana Nacional do Choro começa suas atividades neste final de semana. No sábado, dia 16, a partir das 16 horas, no Espaço Cultural do Beto Batata acontece, uma roda do Clube do Choro de Curitiba. Entre os músicos que garantiram a escalação oficial no evento estão os “sócio-titulares” João Egashira (bandolim), Gabriel Schwartz (flauta), Tiziu (violão), Denis do Pandeiro e Julião Boêmio (cavaquinho).

A programação prossegue no domingo na Feirinha do Largo da Ordem onde, a partir das 10 horas, os músicos do Clube do Choro fazem uma confraternização musical com o tradicional grupo Choro e Seresta. No repertório – que sempre é decidido na hora – não faltarão os clássicos de Pixinguinha – “Carinhoso”, “Um a zero”, “Segura ele”, “Lamentos” – e ainda choros consagrados de Waldir Azevedo, Jacob do Bandolim entre outros.

Outra novidade este ano é a presença dos grupos de choro nas instituições de ensino. “Essa á proposta do ‘Choro vai a Escola’. Pela primeira vez vamos promover rodas de choro na FAP (segunda-feira) e na Embap (terça-feira). Isso é importante porque o choro vem sendo reconhecido como disciplina musical”, considera Gabriel Schwartz, um dos organizadores da semana.

O bandolinista carioca Pedro Amorim é o convidado especial do evento este ano, numa parceria do Clube do Choro com o Icac. Na quarta-feira ele participa de um bate-papo musical no Conservatório de MPB, quando vai falar sobre sua carreira, inspiração na hora de compor e a visão que tem sobre o choro de ontem e de hoje.

O produtor executivo do evento, Robert Amorim, chama atenção para o fato da Semana Nacional do Choro não ser uma ação isolada do gênero musical na cidade. “Na verdade, a nossa idéia é mostrar ao grande público que existe uma efervescência musical em Curitiba e a Semana serve como uma vitrine para apresentar quem está fazendo a boa música aqui no Paraná”. Não à toa, além das rodas de choro, o evento incluiu a abertura de três exposições fotográficas intituladas “Panorama Fotográfico da música instrumental em Curitiba”, com registros dos fotógrafos Luiz Cequinel, Lucília Guimarães e Maria Alice, que acontece simultaneamente no Espaço Cultural Beto Batata, no Teatro do Paiol e no Beto Batata Barigüi.

A programação de shows acontece até o dia 24 de abril.

Serviço: Semana Nacional do Choro. Abertura sábado, dia 16, às 16 horas, no Espaço Cultural Beto Batata (R. Professor Brandão, 678 – tel: 262-0840). Entrada franca.

Author: Redação

Share This Post On