A revolução em seis cordas

 

Capa do disco
Foto Divulgação

Shows celebram a inovação musical do disco Samba Esquema Novo

Já começava impressionando: a primeira faixa do primeiro disco de Jorge Ben — Samba Esquema Novo, de 1963 — era Mas, que Nada. A batida do violão avisava que aquilo vinha para ficar: “sai da minha frente/ que eu quero passar”. Praticamente todo o suingue que apareceu na música brasileira depois disso teve influência do som que Jorge Ben criou.

Um ciclo de shows acontece agora em São Paulo para homenagear esse disco fundamental. As 12 faixas do álbum serão interpretadas no palco por Fernanda Abreu, Paula Lima e Pedro Luis. A banda reunida pelo diretor musical Skowa para acompanhar os intérpretes traz, entre outros, o saxofonista J. T. Meirelles — arranjador de Samba Esquema Novo — e o “guitarreiro” (apelido dado por Jorge) Luiz Vagner. Absolutamente imperdível.

Serviço
Sesc Pompéia — r. Clélia, 93, Pompéia, São Paulo, SP, tel. 0++/11/3871-7700. Dias 18, 19 e 20/3/05. Sexta e sábado, às 21h; domingo, às 18h. R$ 8 a R$ 20.

Por André Pereira

Compre Aqui
CD  Samba Esquema Novo

Author: Redação

Share This Post On