Brincando de índio

brincando de indioSalão do Turismo abre espaço para populações indígenas mostrarem cultura, magia e vender seus produtos. Índios Pataxós da Bahia participam pela primeira vez do Salão do Turismo Encaixe o rosto em um totem e apareça na foto trajado de índio. Quem promove a brincadeira são os índios Pataxó, do Sul da Bahia. Com estande próprio, eles são o primeiro grupo indígena a participar como convidados do Salão do Turismo. É uma oportunidade para aumentar a renda das famílias e divulgar o artesanato tradicional da região.

Murici, da aldeia Imbiriba, se confunde nas contas. Mas sabe que levaria perto de dois meses para ganhar R$ 1,6 mil, faturados em quatro dias de exposição no Salão. “Foi muito bom ter vindo, normalmente a gente vende as peças na beira da estrada que corta a aldeia”, diz ela, enquanto vende um colar ornado de penas.

O espaço indígena do Salão reúne habitantes de duas aldeias Pataxó. Eles trabalham com artesanato confeccionado com materiais da região: madeira, sementes, palhas, penas e pedras. A pajé Jaçanã, de 68 anos, vai além. Benzedeira, pede aos deuses paz e felicidade para quem procura conforto no estande Pataxó.

Author: Redação

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *