Sonia Braga refirma luta em defesa da democracia

sonia_braga

A atriz paranaense Sonia Braga, que brilhou no tapete vermelho em Cannes por seu papel do filme Aquarius, e por seu posicionamento firme contra ao golpe no Brasil, reafirmou sua opinião sobre o que está acontecendo no país e foi além: “quem não tem educação são os brasileiros ricos. Tudo o que a gente está vivendo é pela falta de educação deles”.

 

Sonia Braga em Cannes, brilhou por sua atuação e pela coragem em denunciar o golpe no Brasil Sonia Braga em Cannes, brilhou por sua atuação e pela coragem em denunciar o golpe no Brasil Em entrevista ao Estadão, Sonia Braga falou sobre o novo filme, sua vida e, inevitavelmente, sobre o protesto em Cannes que repercutiu no mundo todo. Para a atriz, a ação dos artistas foi “um gesto bonito e corajoso”, para ela, este é também o papel de quem se propõe a trabalhar com arte e cultura. “A gente tem que participar. Até a Dilma repercutiu e agradeceu no Twitter. Temos de defender a nossa democracia, que ainda é frágil”.

 

A atriz não teve nenhum receio em deixar claro que o plano de fundo da crise política é uma questão de classe. “Creio muito numa frase que a Clara [nome de sua personagem] diz no Aquarius. Ao enfrentar o neto do dono da incorporadora, que quer construir o espigão em Boa Viagem, ela observa que os ricos vivem dizendo que o problema do Brasil é a falta de educação. Dizem isso para mal dos pobres, mas quem não tem educação são os brasileiros ricos, que se acham. Tudo o que a gente está vivendo é pela falta de educação deles”.

 

Eternizada no cinema e com uma carreira internacional muito bem consolidada, no novo filme de Kléber Mendonça Filho – mesmo diretor de O Som ao Redor – Sonia Braga dá vida a Clara, uma crítica de música aposentada. A protagonista luta contra um empresário que pretende demolir seu prédio, em Boa Viagem, no Recife, para construir um novo empreendimento.

 

Em sua página oficial no Facebook Sonia Braga foi ataca por internautas defensores do golpe.

 

Do Portal Vermelho, com informações do Estadão

    Author: Redação

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *