PC do B comemora 90 anos com presença de políticos e show de Martinho da Vila

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) realiza festa hoje a noite na casa Vivo Rio, com show de Martinho da Vila para comemorar os seus 90 anos de fundação.

O presidente Renato Rebelo discursa durante o ato político, que conta com a presença do prefeito do Rio, Eduardo Paes, o vice-presidente do Estado do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, o ministro Aldo Rebelo e a deputada federal Jandira Feghali, dentre outros.

A festividade começou com a execução do hino nacional e a leitura de poesias do escritor russo Marakovski. Além disso, uma carta do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva foi lida para a platéia. Uma grande homenagem a Luiz Carlos Prestes, um dos responsáveis pela “popularização” do partido, também foi realizada.

Para encerrar a festa, sobe ao palco o cantor Martinho da Vila, filiado ao PCdoB, que apresenta no show sucessos que marcaram seus mais de 40 anos de carreira na história da música popular brasileira.

O evento, nomeado “Brasil em Festa” marca oficialmente o calendário de nove décadas de atuação do partido. Além disso, atividades culturais e manifestações públicas de intelectuais e militantes de causas sociais pertencentes ao PCdoB, de todas as regiões do Brasil, acontecerão nas próximas semanas.

O PCdoB

Seu itinerário de 90 anos de lutas se funde com as diferentes etapas da história do país. Constante nesta trajetória é a bandeira do socialismo que, na atualidade, – rejuvenescido e renovado pela experiência histórica – é apresentado pelo PCdoB como a alternativa capaz de assegurar um novo avanço civilizacional para o Brasil – salto este que hoje tem por caminho a realização do Novo Projeto Nacional de Desenvolvimento.

Desde a sua formação, em 1922, o PCdoB contou com o talento de personalidades como Astrojildo Pereira, que se destacou em meados do século passado. Mas a expressão popular veio com o Luiz Carlos Prestes, até o período recente, quando se agiganta o papel de João Amazonas e Aldo Rabelo.

O PCdoB desde o princípio defendeu a formação de uma frente de esquerda para lançar Luiz Inácio Lula da Silva candidato à Presidência da República, tendo apoiado o PT nas eleições de 1989, 1994, 1998, 2002 e 2006. Na última campanha presidencial, o partido apoiou Dilma Rousseff.

  

Author: Redação

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *