Papa Paulo 6° e seu inesperado presente.

O papa Paulo 6° recebeu um agrado de cada presidente que assistiu à sua coroação, em 1963. Na foto ao lado, João Goulart lhe entrega um original estojo para as joias vaticanas. O religioso ficou bastante impressionado com o presente. Morreu, porém, sem saber de um segredo que a caixa guardava. O marceneiro responsável revelou ao jornalista Flávio Tavares: “Lembrei que, em uns 150 anos, as traças iriam comer o veludo, deixando apenas o pau-ferro. Então gravei nele um desenho e uma frase para o Vaticano se espantar algum dia”. Quem sabe daqui um século algum papa descubra, debaixo do forro, o símbolo da foice e do martelo feito por arte de seu Manuel Oliveira. Os dizeres? “Viva o Partido Comunista”.

Author: Redação

Share This Post On

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *