Ouça “História Hoje” 23/11: Saiba mais sobre a história e a obra de Adoniran Barbosa

ocarnavaldesaopaulo_adoniran-barbosa

No dia 23 de novembro de 1982, morria em São Paulo João Rubinato, mais conhecido como Adoniran Barbosa, compositor de Saudosa Maloca e Trem das onze, entre outros grandes sucessos. Considerado o pai do samba paulista, o artista retratou em suas músicas o cotidiano das camadas mais pobres da população urbana brasileira.

Apresentação Gláucia Gomes

ANTES DE OUVIR O ÁUDIO DESLIGUE O SOM DA RÁDIO BRASIL CULTURA NO TOPO DA PAGINA

João Rubinato nasceu em 1910 na cidade de Valinhos, interior do estado de São Paulo. Filho de imigrantes italianos, aos vinte e dois anos de idade mudou-se para a cidade de São Paulo, onde começa a trabalhar como vendedor de tecidos.

 

Na capital paulista, começa a participar de programas de calouro no rádio, quando escolhe como nome Artístico Adoniran Barbosa, em homenagem ao seu melhor amigo e ao cantor Luis Barbosa, seu ídolo.

 

O caminho pelo sucesso começa em 1934, quando, com a marcha Dona Boa, conquista o primeiro lugar no concurso carnavalesco promovido pela Prefeitura Municipal de São Paulo.

 

Sete anos depois é convidado para a Rádio Record, onde trabalhou por mais de trinta anos como ator cômico, discotecário e locutor.

 

Com os seus programas transmitidos para todo o Brasil em AM e Ondas Curtas, Adoniran Barbosa já era um nome nacionalmente conhecido quando, em 1951 compõe a música Saudosa Maloca, gravado pelo Conjunto Demônios da Garoa. Dois anos depois compôs o samba do Arnesto, Iracema, Abrigo de Vagabundos e, em 1964 a famosa “Trem das Onze” que o consagrou.

 

Cronista da vida simples e difícil das camadas mais pobres da população, Adoniran retrata em suas letras o sofrimento dos menos favorecidos frente a especulação imobiliária e as mudanças as quais ele atribuía ao progresso. Nas letras de suas canções faz uso da maneira de falar dos moradores de origem italiana de alguns bairros paulistanos, como Barra Funda e Brás.

 

Uma de suas últimas composições foi “Tiro ao Álvaro”, gravada por Elis Regina em 1980.

 

Adoniran Barbosa morreu em 23 de novembro de 1982, aos 72 anos de idade. Estava internado no Hospital São Luís, tratando um enfisema pulmonar. Foi sepultado no Cemitério da Paz, na capital paulista.

 

 

História Hoje: Programete sobre fatos históricos relacionados às datas do calendário. Vai ao ar pela Rádio Brasil Cultura de segunda a sexta-feira.

 

    Author: Braisil Cultura

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *