Ouça “História Hoje” 14/08- Há 59 anos, morria Frederic Joliot-Curie, Prêmio Nobel de Química

frdric-joliot-curie-3

Morre em Paris, em 14 de agosto de 1958, Frederic Joliot-Curie, Prêmio Nobel de Química.

Frederic Joliot-Curie, comunista, foi professor do College de France, diretor do Instituto Radium, e membro da Academia de Ciências. Mas foi depois da II Guerra Mundial,  que ele desempenhou importante papel como Alto Comissário na exploração da energia atômica.

Apresentação Carmen Lúcia

ANTES DE OUVIR O ÁUDIO DESLIGUE O SOM DA RÁDIO BRASIL CULTURA NO TOPO DA PAGINA

 

Físico e químico, nascido em Paris, Frederic Joliot-Curie formou-se em química industrial, em 1923, em Paris e foi contratado como assistente de Marie Curie,  no Instituto do Rádio.

 

Em 1926, se casou com a física francesa Irène, filha de sua chefe. O casal, depois da cerimônia, passou a assinar Joliot-Curie e juntos fizeram e assinaram muitas pesquisas. Descobriram a radioatividade artificial.

 

O Prêmio Nobel de Química foi conquistado em 1935 com a descoberta dos elementos usados para acompanhar alterações químicas e processos fisiológicos.

 

Frederic se tornou professor, em 1939,  no Collège de France e capitão da Artilharia Francesa, chefiando todas as experiências com rádio.

 

No ano seguinte, entrou para o Partido Comunista Francês e durante a ocupação da França pelas tropas alemãs na Segunda Guerra Mundial continuou o seu trabalho tornando-se uma figura importante no movimento de resistência da Universidade de Paris.

 

Ingressou nas academias de Ciência e Medicina, em 1943 e assumiu a direção do Centro de Pesquisas Científicas dois anos depois.  Frederic presidiu o Conselho Mundial da Paz. Integrou a omissão de Energia Atômica de 1946 até 1950, como primeiro alto-comissário de Energia Atômica do governo francês.

 

Em Nova York, foi delegado francês para a Comissão das Nações Unidas da Energia Atômica.

 

Mas mesmo diante dos estudos e descobertas, o casal Joliot-Curie foi forçado a se demitir da Comissão de Energia Nuclear da França, em 1950, por serem comunistas.

 

Nos dois últimos anos de vida, Frederic lecionou Física Nuclear na Universidade de Paris.

 

História Hoje: Programete sobre fatos históricos relacionados às datas do calendário. Vai ao ar pela Rádio Brasil Cultura de segunda a sexta-feira

    Author: Brasil Cultura

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *