Globais fazem campanha contra assédio; José Mayer pede desculpas

atrizesglobais

A campanha teve grande repercussão na internet. Dezenas de atrizes, figurinistas e outras funcionárias da Globo se mobilizaram, entre elas, Sophie Charlotte, Gloria Pires, Taís Araújo, Camila Pitanga, Bruna Marquezine Tainá Müller e Drica Moraes.

“Em apoio a Su e a todas as mulheres que sofrem ou sofreram assédio. Haverá uma postagem em massa das funcionárias usando a camiseta que fizemos com #mexeucomumamexeucomtodas e #chegadeassedio. As atrizes, diretoras e funcionárias estão fazendo reuniões com o RH para que seja criada uma ouvidoria com mulheres, textos educativos, punições claras. No domingo, funcionárias e atrizes se reuniram na casa da Taís Araújo, mais de 30 mulheres e convidaram a direção da empresa para se formalizar uma pauta.”

Admissão do erro e pedido de desculpas


José Mayer pediu desculpas às colegas de trabalho em carta aberta

Também nesta terça-feira o ator emitiu uma nota onde admite ter “ultrapassado os limites do respeito com que devo tratar as colegas” e pediu desculpas à figurinista e às demais colegas de trabalho. Disse fazer parte de uma geração que costuma maquiar ofensas com tons de brincadeira, mas que isso não deve acontecer. Segundo ele, a repercussão do caso serviu para torna-lo uma pessoa melhor que está disposta a “mudar” assim como o “mundo mudou”.

Leia a nota na íntegra:

Carta aberta aos meus colegas e a todos, mas principalmente aos que agem e pensam como eu agi e pensava:

Eu errei. Errei no que fiz, no que falei, e no que pensava. A atitude correta é pedir desculpas. Mas isso só não basta. É preciso um reconhecimento público que faço agora.

Mesmo não tendo tido a intenção de ofender, agredir ou desrespeitar, admito que minhas brincadeiras de cunho machista ultrapassaram os limites do respeito com que devo tratar minhas colegas. Sou responsável pelo que faço.

Tenho amigas, tenho mulher e filha, e asseguro que de forma alguma tenho a intenção de tratar qualquer mulher com desrespeito; não me sinto superior a ninguém, nao sou.

Tristemente, sou sim fruto de uma geração que aprendeu, erradamente, que atitudes machistas, invasivas e abusivas podem ser disfarçadas de brincadeiras ou piadas. Não podem. Não são.
Aprendi nos últimos dias o que levei 60 anos sem aprender. O mundo mudou. E isso é bom. Eu preciso e quero mudar junto com ele.

Este é o meu exercício. Este é o meu compromisso. Isso é o que eu aprendi.

A única coisa que posso pedir a Susllen, às minhas colegas e a toda a sociedade é o entendimento deste meu movimento de mudança.

Espero que este meu reconhecimento público sirva para alertar a tantas pessoas da mesma geração que eu, aos que pensavam da mesma forma que eu, aos que agiam da mesma forma que eu, que os leve a refletir e os incentive também a mudar.

Eu estou vivendo a dolorosa necessidade desta mudança. Dolorosa, mas necessária.
O que posso assegurar é que o José Mayer, homem, ator, pai, filho, marido, colega que surge hoje é, sem dúvida, muito melhor.

José Mayer

Posicionamento da Globo

A Globo se pronunciou sobre o caso, disse ter apurado as denúncias e diante dos fatos, suspendeu o ator das produções da emissora por tempo indeterminado, além disso pediu desculpas à figurinista que denunciou o abuso.

“A Globo lamenta que Susllen Tonani tenha vivido essa situação inaceitável num ambiente que a emissora se esforça cotidianamente para que seja de absoluto respeito e profissionalismo. E, por essa razão, pede a ela sinceras desculpas”, diz a nota.

Do Portal Vermelho, com agências

 

    Author: Brasil Cultura

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *