Dez anos: Lei que obriga ensino afro-brasileiro não é aplicada

Aprovada pelo Congresso e sancionada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ainda em 2003, a Lei 10.639 – que prevê a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira” no currículo das escolas do país – é aplicada apenas de forma mínima, mesmo dez anos depois. A situação da lei voltou a ser discutida nesta semana no Rio Grande do Sul, com a audiência pública solicitada pelo movimento negro que provocou declarações no governo do
estado e entre deputados estaduais.

A audiência ocorreu na última terça-feira (23), na Assembleia Legislativa, em Porto Alegre. A reivindicação principal, de cobrar maior rigor no cumprimento da lei e na fiscalização do que é realizado, fez com que deputados e representantes do governo buscassem encaminhamentos para um panorama que, segundo os movimentos sociais, se alterou pouco ou nada mesmo
após uma década de implementação.

Para a assessora de Diversidade Étnico-Racial da Secretaria de Educação do Rio Grande do Sul,
Marielda Medeiros, em entrevista para o Sul21, “o poder público tem responsabilidade na questão, que é importante no combate ao racismo e ao desconhecimento”. Para Marielda, o grande número de escolas, a fragilidade da formação de parte dos professores e o desafio cultural que é discutir o racismo podem atrasar a aplicação da lei – mas não o desconhecimento do tema. “Depois de dez anos (da aprovação da lei), ninguém pode dizer que não a conhece, e nem quais são os conteúdos necessários”, diz.
Quanto à formação dos professores nas universidades, processo intimamente relacionado ao sucesso das medidas, a assessora afirma que “o governo do estado tem parceria com
universidades públicas e privadas para que o professor receba a formação necessária. Ainda assim, o currículo de muitas universidades permanece frágil e professores saem com deficiência nos temas relacionados à cultura e história afro-brasileira”.

Presidenta da Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa, a deputada Ana Affonso (PT) tampouco nega a deficiência nos resultados até agora visíveis da Lei 10.639.
Para a deputada, “é difícil para o educador romper com a formação que recebeu durante os anos de estudo, mas não é motivo para que não estejam aptos”. Ana Affonso acredita que a discussão permanente sobre o tema pode provocar transformações no que hoje se observa nas escolas: “o debate sobre o assunto pode vencer a dificuldade ou a má vontade de quem quer que seja”.

Para a deputada do Partido dos Trabalhadores, apesar da necessidade de buscar uma melhor aplicação do que diz a lei, não se pode deixar de lado o esforço já existente. “Precisamos de divulgação do que vem sendo feito nas escolas, porque há avanços também, até para mostrarmos ao movimento negro que o discurso de que nada está acontecendo não é correto”, defende.

A audiência pública da última terça-feira pode render encaminhamentos em breve sobre a questão, como a criação de um pólo de formação acadêmica de formação continuada, a fiscalização de conselhos estaduais e municipais sobre o que é feito nas escolas e o agendamento de uma reunião de movimentos sociais com o secretário de Educação do Rio Grande do Sul, José Clóvis de Azevedo.

Onir Araújo, advogado e membro do Movimento Negro Unificado (MNU), problematiza o não cumprimento da lei de outra forma: para ele, trata-se de uma reação previsível de quem busca manter a ordem dominante. “A não aplicação da lei sinaliza o quão farto é o conteúdo racista da sociedade, e demonstra uma inabilidade política enquanto sujeitos históricos”, opina. Para o
advogado, a presença de conteúdos relacionados à história e à cultura afro-brasileira é uma demanda antiga do movimento negro.

A origem desses anseios no Brasil, inclusive, remontaria a oitenta anos atrás: “para o movimento negro, desde a Frente Negra, nos anos 1930, a questão da história do nosso povo ser contada no ensino é essencial para a integração do negro”. A aprovação de uma lei como a 10.639 seria, no entanto, o “desaguadouro institucional” do problema – que estaria muito longe de uma resolução definitiva mesmo com o cumprimento ideal, já que transcende a presença do tema no currículo escolar.

Para Onir Araújo, “a lei é importante e necessária, mas é limitada, precisa ser vista dentro de um contexto político e ideológico. Por exemplo, nunca foi organizado um orçamento que garantisse que ela fosse cumprida. Assim, os governos podem alegar que falta dinheiro, que não há
verba”. Na mesma linha, ele acredita que verdadeiros avanços no combate ao racismo no Brasil não podem depender apenas da esfera institucional, e sim de efetiva mobilização popular.

O militante do MNU acredita que “quando se tenta abrir uma cunha nesta estrutura que é patriarcal, burguesa e racista”, ocorre a reação dos que buscam manter “um status de 513 anos de história”. O descumprimento da lei, que ocorre “em todos os estados do Brasil”, seria tecnicamente um caso típico de mandado de injunção – no caso, quando a Justiça ordena a aplicação de uma lei. Entretanto, tampouco haveria boa vontade do Judiciário. “Apenas com o
bloco na rua isso não vai ser um diálogo de surdos”, resume Araújo.

O exemplo utilizado pelo advogado para demonstrar que a lei, ainda que bem executada, permanece sendo insuficiente, relaciona a não aplicação com um histórico de violência constante: “a prova de que a lei não basta é que 30 mil jovens negros são vítimas de homicídio por ano no Brasil, e esse é um massacre invisível para muita gente. Não é só uma lei que vai
adiantar”. Está previsto ainda para o primeiro semestre de 2013, segundo a deputada Ana Affonso, um seminário que busca mapear a aplicação da lei 10.639 no Rio Grande do Sul.
Fonte: Brasil de Fato

 

    Author: Redação

    Share This Post On

    672 Comentários

    1. Dez anos: Lei que obriga ensino afro-brasileiro não é aplicada | Brasil Cultura

    2. Dez anos: Lei que obriga ensino afro-brasileiro não é aplicada | Brasil Cultura

    3. Dez anos: Lei que obriga ensino afro-brasileiro não é aplicada | Brasil Cultura

    4. Dez anos: Lei que obriga ensino afro-brasileiro não é aplicada | Brasil Cultura

    5. Dez anos: Lei que obriga ensino afro-brasileiro não é aplicada | Brasil Cultura

    6. Dez anos: Lei que obriga ensino afro-brasileiro não é aplicada | Brasil Cultura

    7. Great ¡V I should definitely pronounce, impressed with your site. I had no trouble navigating through all the tabs and related information ended up being truly easy to do to access. I recently found what I hoped for before you know it at all. Reasonably unusual. Is likely to appreciate it for those who add forums or something, website theme . a tones way for your client to communicate. Excellent task..

    8. the

    9. An intriguing discussion is couturier remark. I believe that you should pen solon on this theme, it might not be a preconception human but mostly group are not enough to speak on much topics. To the succeeding. Cheers like your 301 Moved Permanently.

    10. Dez anos: Lei que obriga ensino afro-brasileiro não é aplicada | Brasil Cultura

    11. Dez anos: Lei que obriga ensino afro-brasileiro não é aplicada | Brasil Cultura

    12. For instance Rapper Fat Joe loves the fire red Air Jordan III sneakers.

    13. This is my first visit to this blog. I am thinking about starting a brand new blog in the same category. Your site gave me some ideas to work with. (Dont worry, I wont be copying you :)) You have done a fantastic job.

    14. authorized.

    15. durn, goldurn, goshdad, gosh-dang, goshawful, great time

    16. for that variety of

    17. Needed to draft you this bit of note just to thank you so much as before on your breathtaking tricks you have discussed at this time. It is quite shockingly generous of you to present publicly just what many people might have offered for sale for an e-book in making some money for themselves, precisely since you could have tried it if you desired. Those suggestions likewise worked to become easy way to be certain that the rest have a similar interest really like my personal own to find out great deal more related to this problem. I think there are millions of more pleasant times ahead for folks who examine your site.

    18. I in addition to my buddies have been looking through the great helpful hints from your web site and immediately I got a horrible suspicion I never expressed respect to you for those techniques. My young men came as a result warmed to read through all of them and now have honestly been making the most of these things. Appreciate your actually being simply helpful as well as for pick out variety of very good ideas millions of individuals are really needing to discover. Our honest regret for not expressing appreciation to you earlier.

    Trackbacks/Pingbacks

    1. Mulberry Outlet - Mulberry Outlet... --...
    2. gucci handbags outlet - gucci handbags outlet... Dez anos: Lei que obriga ensino afro-brasileiro não é aplicada | Brasil Cultura...
    3. happy birthday animated images - Title... [...]check beneath, are some completely unrelated websites to ours, having said that, they are most trustworthy sources that we use[...]...
    4. Toms Shoes - Toms Shoes... Dez anos: Lei que obriga ensino afro-brasileiro não é aplicada | Brasil Cultura...
    5. Sac Lancel Pas Cher - Sac Lancel Pas Cher... Dez anos: Lei que obriga ensino afro-brasileiro não é aplicada | Brasil Cultura...
    6. Mulberry Sale - Mulberry Sale... Dez anos: Lei que obriga ensino afro-brasileiro não é aplicada | Brasil Cultura...
    7. Louis Vuitton totes - Louis Vuitton totes... Dez anos: Lei que obriga ensino afro-brasileiro não é aplicada | Brasil Cultura...
    8. xrumer - xrumer... Dez anos: Lei que obriga ensino afro-brasileiro não é aplicada | Brasil Cultura...
    9. chanel bags cheap - chanel bags cheap... Dez anos: Lei que obriga ensino afro-brasileiro não é aplicada | Brasil Cultura...
    10. Social Media Marketing Company - Title... [...]Every once in a though we select blogs that we study. Listed beneath are the most recent web-sites that we …
    11. Social Media Marketing Company - Title... [...]although internet websites we backlink to beneath are considerably not connected to ours, we really feel they are in fact …
    12. Social Media Marketing Company - Title... [...]we prefer to honor several other online websites around the net, even when they aren’t linked to us, by linking …
    13. telefon sex - Title... [...]that will be the finish of this report. Here you’ll obtain some websites that we consider you’ll appreciate, just click …
    14. Kelly Nicolaysen - Title... [...]here are some hyperlinks to web-sites that we link to because we consider they may be really worth visiting[...]...
    15. m·a·c cosmetics - m·a·c cosmetics... Dez anos: Lei que obriga ensino afro-brasileiro não é aplicada | Brasil Cultura...
    16. Fake Oakley Sunglasses - Fake Oakley Sunglasses... Dez anos: Lei que obriga ensino afro-brasileiro não é aplicada | Brasil Cultura...
    17. SACS LANCEL - SACS LANCEL... Dez anos: Lei que obriga ensino afro-brasileiro não é aplicada | Brasil Cultura...
    18. Social Media Marketing Company - Title... [...]Here is a superb Blog You might Obtain Fascinating that we Encourage You[...]...
    19. zara - zara... Dez anos: Lei que obriga ensino afro-brasileiro não é aplicada | Brasil Cultura...
    20. PRADA - PRADA... Dez anos: Lei que obriga ensino afro-brasileiro não é aplicada | Brasil Cultura...

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *