A lei da TV por assinatura causa reação na indústria cultural

A forma como é consumida a informação passou do paradigma analógico para o digital há alguns anos. Essa evolução tecnológica proporciona à sociedade mais opções de acesso à informação; contudo essa oferta ainda se mantém no controle das organizações que integram a produção e a distribuição dessa cadeia de valor da plataforma digital, ficando o consumo com o ser passivo em todo o processo, este que, em princípio, deveria ser o principal beneficiário do sistema.

A televisão digital por assinatura já é uma realidade no Brasil. Embora o fenômeno seja recente, o seu modelo de negócio parece ser bem conhecido, privilegiando as grandes corporações da mídia nacional e internacional, globalizando o conteúdo e desconfigurando as realidades locais. Porém, essa realidade começa a se modificar com a constituição da Lei 12.485, sancionada pela Presidência da República em setembro de 2011, que dispõe sobre a comunicação audiovisual de acesso condicionado (Lei da TV por assinatura). Espera-se que, com a regulação e a fiscalização, a nova lei possa oferecer ao mercado-audiência uma oferta maior de pacotes com melhores opções de conteúdo audiovisual, como também dinamizar a cadeia de valor do modelo de negócio dessa indústria cultural, diminuindo as barreiras à entrada ao mercado e criando novas oportunidades a novos entrantes.

Contudo, existe uma resistência dos grandes grupos empresariais que atuam no setor da televisão paga com relação à regulação da nova lei. A ação mais contundente neste caso foi a campanha publicitária patrocinada e veiculada pela Sky solicitando aos telespectadores entrarem em contato com a Agência Nacional do Cinema (Ancine) e o Superior Tribunal Federal (STF), a fim de manifestarem seu descontentamento com a nova lei. Trata-se, portanto, de uma das estratégias que as indústrias culturais possuem para tentar, de forma escancarada, manipular não só a opinião, mas também estimular atitudes no mercado-audiência, confirmando claramente a sua função de mediadora (articulação) entre o capital e o público.

Relações de poder

Percebe-se que o consumidor é ainda visto como mero coadjuvante no processo. As informações até agora disponíveis sobre o consumo da TV por assinatura no Brasil são, em grande parte, quantitativas, servindo para agregar apenas dados estatísticos aos estudos de mercado dos seus produtores e distribuidores, de forma que essa indústria cultural carece de um estudo em maior profundidade em relação ao valor oferecido ao seu consumidor. Acredita-se que, com a nova lei da televisão paga, o setor possa realmente ser regulamentado, possibilitando um aumento na produção e na circulação de conteúdo audiovisual brasileiro, priorizando a cultura nacional. O processo de regulamentação da nova Lei da TV por assinatura encontra-se no começo, porém o jogo já foi iniciado e ainda vão se presenciar vários lances, com a proximidade ainda maior entre produtores e consumidores.

Todo esse cenário fortalece a necessidade de um estudo na perspectiva da economia política da comunicação, investigando as relações de poder existentes na cadeia de valor na indústria cultural da televisão por assinatura no Brasil e suas contribuições a um modelo de comunicação mais democrática que venha somar para a melhoria da qualidade de vida de toda a sociedade.

***

[Valério Cruz Brittos e Ricardo Vernieri de Alencar são, respectivamente, professor titular no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Unisinos e doutorando do mesmo programa]

    Author: Redação

    Share This Post On

    2 Comentários

    1. I used to be very happy to search out this web-site.I wanted to thanks to your time for this excellent learn!! I definitely having fun with each little bit of it and I have you bookmarked to take a look at new stuff you blog post.

    2. VPgq9M Very neat blog post.Thanks Again. Want more.

    Trackbacks/Pingbacks

    1. ctrctvuybuininubbuy - Title... [...]Every after in a though we decide on blogs that we read. Listed beneath are the most recent websites that …
    2. laser optics - Title... [...]Wonderful story, reckoned we could combine a handful of unrelated information, nevertheless genuinely really worth taking a look, whoa did …
    3. Words per minute - Title... [...]very handful of internet websites that transpire to become in depth below, from our point of view are undoubtedly effectively …
    4. kinds of diseases - Title... [...]Sites of interest we have a link to[...]...
    5. Latanya Galeoto - Title... [...]below you will discover the link to some websites that we assume it is best to visit[...]...
    6. free credit report no credit card - Title... [...]check below, are some totally unrelated internet sites to ours, having said that, they may be most trustworthy sources that …
    7. peter chung eminata - Title... [...]that would be the finish of this post. Right here you’ll discover some sites that we believe you’ll appreciate, just …
    8. loans for bad credit with no bank account - Title... [...]just beneath, are numerous totally not related web-sites to ours, nonetheless, they are surely really worth going over[...]...
    9. free credit report no credit card needed - Title... [...]just beneath, are several completely not related web sites to ours, even so, they may be certainly worth going over[...]...
    10. online dating sites for singles - Title... [...]here are some hyperlinks to internet sites that we link to for the reason that we consider they're worth visiting[...]...
    11. tenant screening - Title... [...]Here are a few of the sites we advise for our visitors[...]...
    12. jug puppies for sale - Title... [...]Every as soon as in a while we choose blogs that we study. Listed below are the newest websites that …
    13. The Crew - Title... [...]Here is a superb Blog You might Locate Fascinating that we Encourage You[...]...
    14. cheap web hosting sites - Title... [...]we like to honor lots of other internet internet sites on the web, even if they aren’t linked to us, …
    15. finding a career - Title... [...]Wonderful story, reckoned we could combine a couple of unrelated data, nevertheless actually worth taking a look, whoa did 1 …
    16. edelsteine - Title... [...]Every as soon as inside a although we pick blogs that we study. Listed below are the latest web pages …
    17. wicked lasers - Title... [...]very few internet websites that happen to be detailed beneath, from our point of view are undoubtedly nicely really worth …
    18. Naruto Shippuden Ultimate Ninja Storm 3 - Title... [...]please take a look at the web-sites we stick to, like this 1, as it represents our picks in the …
    19. Jared Leon - Title... [...]The information and facts talked about in the post are a few of the most beneficial offered [...]...

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *