Ruas de Bonito Viram Palco de Mostra de Arte

 

 

 

Um trabalho baseado por pinturas e objetos que aproveitam materiais antigos e de origem diversificada ganha as ruas de Bonito durante o Festival de Inverno. O artista plástico Glenio Lima exibe suas obras “Ao Tião” e “Fibras” na Mostra Brasil Central.

 

As obras de Glenio ganham as ruas, a Praça da Liberdade e o comércio local. “Bicho do Mato”, as pessoas começam a interagir com os objetos e a emitir opiniões, criando familiaridade com a proposta. Artistas, artesãos, comerciantes e a população local foram surpreendidos pela presença da arte na rua, integrada ao dia-a-dia. Com este gesto o artista mostra que os trabalhos podem extravasar os espaços de museus e galerias, estabelecendo um diálogo democrático e simples com a população.

 

O candango professor aproveita objetos condenados à ação do tempo, mas que ganham nova roupagem na forma de obra de arte. “Trata-se de uma performance de interatividade”, define o artista. A intenção é que a arte se integre com o ambiente do Festival. Enquanto as pessoas tocam, seguram e interagem com os objetos, Glenio faz o registro com uma câmera fotográfica. O material integrará o livro “Riscos de Memória”, um ensaio biográfico sobre a obra do artista a partir dos anos 80.

 

A Mostra Brasil Central incentiva a produção cultural dos artistas da região Centro-Oeste e do Tocantins.

    Author: Redação

    Share This Post On