Programa de Patrocínio

 

 

 

 

Julio Bressane, Hugo Carvana, Ruy Guerra, Guel Arraes e Tata Amaral estão entre os 28 cineastas que tiveram projetos aprovados pela edição 2006/2007 do Petrobras Cultural, o maior programa de patrocínio ao setor do país (R$ 80 milhões).

 

Dos R$ 60 milhões da seleção pública -as escolhas diretas foram anunciadas em dezembro-, que tiveram seus destinatários anunciados ontem, R$ 21 milhões são para longas (entre R$ 800 mil e R$ 1,5 milhão cada).

 

Entre os outros diretores contemplados, estão Paulo Caldas, Luiz Villaça, Laís Bodansky, Heitor Dhalia e Murilo Salles. A comissão coordenada pelo crítico José Carlos Avellar ainda escolheu três cineastas para homenagear (receberão verbas para criar projetos): Paulo Cesar Saraceni, Geraldo Sarno e Esmir Filho.

 

Pela primeira vez, o Petrobras Cultural patrocinará escritores. Arthur Nestrovski, articulista da Folha, e seu grupo selecionaram seis poetas e 17 ficcionistas, que receberão R$ 3.000 mensais, por seis a 12 meses. Entre eles, Chacal, Carlito Azevedo, Joca Reiners Terron e Cadão Volpato. “Apoiamos quem tem menos canais disponíveis, porque acabaram outras bolsas, como as da Vitae”, diz Nestrovski.

 

Outra novidade é o apoio a companhias de artes cênicas, como as paulistas XIX, Cia. do Latão e D.A.M. Em música, com consultoria de José Miguel Wisnik e orçamento de R$ 6 milhões, terão verbas Nelson Ângelo, Palavra Cantada, Tantinho da Mangueira e outros. O programa estréia ainda no apoio a projetos de educação com artes e patrocina novos programas na área de patrimônio material e imaterial, como a preservação de periódicos da Biblioteca Mário de Andrade e a organização do acervo do diretor Gianni Ratto.

 

A lista completa dos vencedores está em www.noticiaspetrobras.com.br.

13/07/07

    Author: Redação

    Share This Post On