Presidente da Venezuela vai participar do Fórum Social

 

 

Presidente da Venezuela vai participar do Fórum Social

 O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, participará do Fórum Social Mundial. No dia 30 de janeiro, véspera do encerramento do evento, Chávez fará uma palestra no Ginásio do Gigantinho sobre as relações entre a América Latina e o mundo. O ginásio comporta um público de até 10 mil pessoas e também irá receber, três dias antes, para falar sobre o combate à fome, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Chávez irá passar todo o dia 30 em Porto Alegre. Antes de realizar a palestra O Sul-Norte dos Povos, ele visita pela manhã o Assentamento Lagoa do Junco, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), em Tapes, cidade que fica a 130 quilômetros da capital gaúcha. No início da tarde, o presidente venezuelano concederá uma coletiva de imprensa aos jornalistas cadastrados para cobrir o 5º Fórum Social Mundial.

Esta é a segunda vez que Hugo Chávez visita o Fórum Social Mundial como chefe de Estado. Na edição de 2003, também em Porto Alegre, o presidente venezuelano compareceu a convite de um comitê gaúcho formado para apoiá-lo em um contexto político de crise. Em 12 de abril de 2002, nove meses antes de sua aparição no FSM, Chávez sofrera um golpe de Estado que durou apenas 48 horas, mas corroeu definitivamente as relações políticas entre seus correligionários e opositores.

Daquela vez, a participação de Hugo Chávez dividiu os participantes do Fórum, cuja carta de princípios – principal documento de referência do evento – aborda a participação de chefes de Estado e de Governo de forma ambígua. Membros do Conselho Internacional do Fórum defendiam e repudiavam a participação do presidente venezuelano com base no mesmo documento.

Este ano, Chávez não será o único líder de um país a participar do Fórum. O primeiro-ministro espanhol, José Luiz Zapatero e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva também irão participar do Fórum nessa condição.

 

    Author: Redação

    Share This Post On