Prêmio TAM Anuncia Finalistas

Os especialistas e o público concordaram. Os filmes com mais indicações para o prêmio TAM de Cinema estão entre as melhores bilheterias do ano passado. O campeão foi Cazuza – O Tempo não Pára, que concorre em 12 categorias, seguido por Narradores de Javé, com 11, e Olga e Redentor, empatados com nove indicações cada. Este último, segundo seu diretor, Cláudio Torres, teve desempenho modesto nas salas e segue ótima carreira em DVD.
O prêmio será entregue no dia 24 de maio, numa festa na Marina da Glória, a ser transmitida pela Rede Bandeirantes e dirigida por João Falcão. A iniciativa é da Academia Brasileira de Cinema (ABC) que este ano homenageia a atriz Dercy Gonçalves (antes foram foram José Lewgoy e Paulo José). Ela terá trechos de seus filmes exibidos (Samba em Berlim, Se Meu Dólar Falasse, etc., todos pré-Cinema Novo).

O patrocínio da TAM, R$ 1,6 milhão para a eleição e a festa, salvou o prêmio no ano passado e o garante até 2007. “Nossos investimentos, sem leis de incentivo, vão a R$ 4 milhões”, contou o vice-presidente da empresa, Wagner Ferreira. As duas primeiras edições foram realizadas com recursos próprios da ABC e, em 2003, só foi possível realizá-la em dezembro para premiar os lançamentos de 2002. Na ocasião, o secretário Municipal das Culturas, Ricardo Macieiras, prometeu patrocínio mas foi a companhia aérea mesmo quem bancou.

Dos 45 longas nacionais de 2004, 19 concorrem, dos quais 14 de ficção e cinco documentários. Cada categoria tem cinco indicados, menos a de ator, pois houve empate. Estão indicados Ailton Graça (Contra Todos), Caco Ciocler (Olga), Lázaro Ramos (Meu Tio Matou Um Cara), Paulo José (Benjamim) Daniel Oliveira (Cazuza – O Tempo não Pára) e José Dumont (Narradores de Javé). Estes dois últimos tiveram indicação dupla também para coadjuvantes. Dois documentaristas, João Moreira Salles e Eduardo Coutinho (que fizeram Entreatos e Peões, sobre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva) concorrem ao lado de diretores novatos, Cláudio Torres e Roberto Moreira (Contra Todos).

Na categoria filme estrangeiro, blockbusters americanos ficaram de fora, assim como produções de outros países. Concorrem Dogville, 21 Gramas, Brilho Eterno de Uma Mente sem Lembrança, Encontros e Desencontros e Diários de Motocicleta, este dirigido pelo brasileiro Walter Salles.

 

    Author: Redação

    Share This Post On