Prêmio Ângelo Cretã é entregue em São Paulo

 

 

 

 

 

“O índio não está no passado, mas no presente e futuro”. A frase de Timoteo Verá Popyguá, da etnia Guarani, marcou a entrega do Prêmio Culturas Indígenas 2006 – Edição Ângelo Cretã, na noite de (15 de agosto), em São Paulo. Cerca de setecentas pessoas lotaram o auditório do SESC Vila Mariana para prestigiar a premiação, que contemplou 82 iniciativas de povos de todo o Brasil.

 

O evento foi aberto pelo índio Paulo Yawanawá, da etnia Kaxinawá, que fez um belo ritual, com rezas pela proteção dos povos indígenas e para a preparação do palco que receberia os seus parentes. Em seguida, uma comovente interpretação do Hino Nacional em guarani, realizada pelo professor guarani Basílio Silveira, emocionou o público.

 

O secretário executivo do MinC, Juca Ferreira, ressaltou a importância de focar políticas públicas de preservação sem imposição. “Estamos aqui para aprender diretamente com vocês, autores de sua própria história, sem traduções ou mediações, para aprender de forma mais experimental e humana”, afirmou. Ferreira também falou sobre a Campanha Nacional de Valorização das Culturas dos Povos Indígenas, que será gravada nesta quinta-feira, dia 16 de agosto, com os mais de 200 indígenas que vieram de todo o país, para ser veiculada em rede nacional.

 

Leia o discurso do secretário executivo do MinC <http://www.cultura.gov.br/noticias/discursos/index.php?p=28872&more=1&c=1&pb=1>.

 

Durante a cerimônia, ainda foi lançado o catálogo do Prêmio Culturas Indígenas, publicação com mais de 300 páginas com textos, fotos e ilustrações sobre as iniciativas premiadas.

 

“Recebemos 467 inscrições sem burocratizar processos”, informou o secretário da Identidade e da Diversidade Cultural do Ministério da Cultura, Sérgio Mamberti, que aproveitou o evento para anunciar as próximas ações do MinC para o setor, como a realização do Encontro Sul-americano dos Povos Indígenas, previsto para o próximo ano, e o lançamento do DOC-TV Indígena de fomento e capacitação para a produção e difusão de documentários com a temática indígena.

 

Leia o discurso do secretário da Identidade e da Diversidade Cultural do MinC <http://www.cultura.gov.br/noticias/discursos/index.php?p=28906&more=1&c=1&pb=1>.

 

Edição 2006

Promovido pelo Ministério da Cultura, em parceria com o SESC São Paulo e a Associação Guarani Tenonde Porã, o Prêmio Culturas Indígenas – Edição Ângelo Cretã contemplou iniciativas desenvolvidas pelas próprias comunidades indígenas, com processo de inscrição simplificado para facilitar o acesso dos diversos povos do país. Na solenidade de premiação, estavam representadas cerca de cem etnias. Para chegar, alguns dos representantes tiveram que viajar seis dias de barco até o aeroporto “mais próximo”.

 

A premiação, que hoje está em sua segunda edição, é um dos desdobramentos das diversas ações desenvolvidas pelo ministro Gilberto Gil desde sua primeira gestão. Com políticas culturais inéditas na história do governo brasileiro, Gil foi o primeiro Ministro da Cultura do país a visitar uma aldeia indígena.

 

Logo que assumiu o cargo, ele foi a tribo dos Bororo, no Mato Grosso, onde hoje o MinC investe no trabalho de restauração do formato original da aldeia, há anos destruída para a construção de casas de alvenaria. Desde então, foi lançado um Grupo de Trabalho específico para o setor e que, atualmente, é um dos fóruns mais representativos dos povos indígenas brasileiros, no qual o MinC discute as políticas públicas que serão ampliadas nesta gestão.

 

Pelo MinC, além de Juca Ferreira e Sérgio Mamberti, estavam presentes no evento os secretários Alfredo Manevy e Roberto Nascimento, respectivamente de Políticas Culturais e de Incentivo e Fomento à Cultura. Também participaram da cerimônia o diretor regional do SESC São Paulo, Danilo Santos de Miranda, o presidente da Associação Guarani Tenonde Porã, Dinarte Benites Guarani, lideranças indígenas de todas as regiões brasileiras, membros das instituições envolvidas e da sociedade civil.

 

Leia, também, a seguinte matéria: Cerimônia do Prêmio Culturas Indígenas 2006 <http://www.cultura.gov.br/noticias/noticias_do_minc/index.php?p=28898&more=1&c=1&pb=1>.

17/08/07

    Author: Redação

    Share This Post On