PONTAL DO PARANÁ: MUNICÍPIO EM DECADÊNCIA – Perde o turista. Perde o morador.

Os municípios litorâneos considerados como balneários têm uma característica especial que os diferencia de todos os outros: a existência de uma população flutuante, ou seja, pessoas que não moram no município. Mas há também os seus moradores, aqueles que pagam seus impostos, geram empregos, fazem compras no comercio da cidade gerando trabalho e renda. No município Pontal do Paraná a população anda revoltada com a prefeitura.

Assim como em outras áreas da administração municipal do Pontal do Paraná o descaso com as coisas da cidade e dos balneários, não se sabe se por interesses partidários ou fisiológicos, não só o turismo apresenta resultados decepcionantes, seus moradores também sofrem. Além dos problemas para os turistas, pela falta de infraestrutura,  sua população fixa, seus moradores, reclamam da má administração assim como faz o cidadão Valdir, faz circular entre os moradores e o comercio local, uma denuncia que segue:

Sou VALDIR IZIDORO SILVEIRA, morador da Rua Olho D’Agua nº786 , ex preso político (em Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul) e anistiado pela Ditadura Militar. Portanto estou vacinado contra o medo; nada temo.

FAÇO A SEGUINTE DENÚNCIA:

A irresponsabilidade administrativa dos prefeitos de Pontal do Paraná e, agora,continuada pelo prefeito Edgar “Melancia” Rossi, está prejudicando a população de Pontal bem como o comércio local porque o que eles estão “ desfazendo” afugenta, espanta os turistas do nosso município. As ruas estão esburacadas, quando chove tornam-se lagoas e atoleiros.

Muitas moradias de Pontal não recebem, via correio, correspondências PORQUE AS RUAS ESTÃO COM NUMERAÇÃO IRREGULAR. ISTO É IRRESPONSABILIDADE DA PREFEITURA!

Agora na Rua Olho D’água a prefeitura fez UM REBAIXAMENTO NA RUA QUE IMPOSSIBILITA MORADORES DE SAIREM E ENTRAREM COM SEUS CARROS. A prefeitura não pode PREJUDICAR quem paga IPTU caro e outros impostos com atitudes ditatoriais e arrogantes em prejudicando sua população.

EXIGIMOS DO PREFEITO SOLUÇÃOI PARA A RUA OLHO D’ÁGUA QU ESTÁ SE TRANBSFORMANDO NUM RIACHO. Caso não tenhamos solução vamos acionar o Ministério Publico e a justiça para enquadramento do prefeito.

Minha esposa Marizete Santos Silveira, não pode sair de casa, está refém na sua própria casa porque não pode sair visto que tem filha, de 24 anos, com problemas especiais e se locomove com dificuldades.

Engº. Agrº.  VALDIR IZIDORO SILVEIRA

RG:4336469-3/SSP=PR

Pontal do Paraná, 05 de fevereiro de 2015

 

    Author: Redação

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *