Para alemão ver…

 

 

 

 

 

A cultura brasileira ganhará espaço na Alemanha com a realização da Copa do Mundo, que ocorrerá de 9 de junho a 9 de julho. Com o objetivo de intensificar as relações comerciais entre os dois países, o Ministério da Cultura vai aproveitar o torneio para divulgar a “Marca Brasil” por meio da Copa da Cultura, programa de intercâmbio cultural. O ministério elaborou, em parceria com a Embaixada do Brasil em Berlim, o Instituto Goethe e a Casa das Culturas do Mundo, além de outras organizações governamentais e não-governamentais, uma extensa programação cultural que conta com shows de música popular e concertos de música clássica, mostras de artes plásticas, filmes, espetáculos de dança, peças e lançamentos de livros.

Ao longo deste ano, serão mais de 200 eventos de cultura brasileira com o selo Copa da Cultura realizados em várias cidades da Alemanha, para cerca de 3 milhões de alemães e turistas que visitem o país durante a Copa do Mundo. O Brasil será o único país a aproveitar o campeonato para, além de mostrar sua excelência nos gramados, apresentar a qualidade e a diversidade de sua cultura. “Com este programa, o Brasil poderá ampliar sua visibilidade no exterior, como em 2005, com o Ano do Brasil na França, que foi nosso maior evento cultural fora do país, com 15 milhões de visitantes”, afirma o ministro da cultura, Gilberto Gil.

Inaugurada em janeiro, a programação da Copa da Cultura atingirá seu ápice durante o Mundial de futebol. O ponto alto dessa extensa programação é a Casa das Culturas do Mundo, em Berlim, que será tomada pela cultura brasileira a partir do próximo dia 25, quando Gilberto Gil se apresentará na casa. Considerado o epicentro da Copa da Cultura, a Casa das Culturas do Mundo funcionará exclusivamente com atrações brasileiras até o dia 9 de julho, data da final da Copa do Mundo, sempre com entrada franca.

Os cantores Chico Buarque e Elza Soares, a banda Nação Zumbi, o percussionista Naná Vasconcelos, o grupo instrumental Uakti e o DJ Dolores são algumas das 20 atrações musicais programadas para se apresentar na Casa das Culturas do Mundo. Serão sempre dois shows por noite, até 8 de julho. Haverá ainda cinco grandes bailes, comandados pela Roda de Samba de Nicinha, Nelson Triunfo, DJ Dolores e AfroReggae, além um baile funk que fecha a programação.

Assim que a Copa do Mundo sair de cena, será a vez de a Copa da Cultura traçar um panorama da recente safra da produção audiovisual brasileira, com 19 dias de sessões cinematográficas na Casa das Culturas do Mundo. A pré-abertura será com uma exibição de Pelé Eterno, de Aníbal Massaini, no dia 12 de junho. Dois Filhos de Francisco, de Breno Silveira, abre oficialmente a programação, no dia 15, seguida de debate com a presença do diretor.

    Author: Redação

    Share This Post On