O Violeiro Victor Batista para além de Minas

  

 

A dica veio do jornalista e dono de loja de discos da Mauro Dias. “Esse disco é pauleira”, afirmou com sorriso nos lábios durante o lançamento do disco do Bando de Macambira. A capa pode até assustar com uma montagem de fotos de campo e cidade, mas o disco de estréia do violeiro mineiro Victor Batista, Além da Serra do Curral (independente, 2004), assombra por outras razões.

Alternando cantoria e músicas instrumentais, valsas e folias, modas e cirandas, Victor Batista mostra virtuosismo e calor raros. Pesquisador da cultura popular, um dos fundadores do Grupo Minadouro e membro da Orquestra Mineira de Violas, Victor coloca na roda composições próprias como a sacudida “Mega ultra-som” e interpretações inspiradas de “Branca” (Zequinha de Abreu) e da dulcíssima valsa “Flor de romã” (Bartolomeu Mendonça). Os interessados em comprar o disco de Victor Batista tem como opções mandar e-mail para vhbatista@yahoo.com.br ou, se estiver em São Paulo, dar um pulo na Mauro Discos.

    Author: Redação

    Share This Post On