O Problema

 

 

O presidente da Apaci (Associação Paulista de Cineastas), Ícaro Martins, deixou a reunião com a gerência de patrocínio da Petrobras, no Rio, convicto de que “a Petrobras se conscientizou do problema que criou”, segundo afirma.

O “problema” é o resultado do concurso de patrocínio da estatal, anunciado na semana passada, que premiou 16 filmes do Rio e três de SP.

A Apaci e outras entidades do cinema paulista protestaram contra a pequena representação do Estado entre os vencedores, razão pela qual Martins e outros três cineastas foram recebidos em reunião na empresa. Dos 365 projetos de longas concorrentes, 102 eram de SP.

Para a gerente de patrocínio da Petrobras, Eliane Costa, a reunião “foi positiva para desarmar os ânimos”.

De concreto, os dois lados acertaram fazer nova reunião, na busca por alternativa que contemple o pleito paulista por patrocínio a mais filmes do Estado, sem mudar o resultado já divulgado, hipótese “impensável” para Costa. “Em termos do programa Petrobras Cultural, o recurso está esgotado”, diz ela.

 

    Author: Redação

    Share This Post On