Nomeado pela Presidência da República

 

 

 

 

O cineasta Manoel Rangel foi nomeado pela Presidência da República diretor-presidente da Ancine (Agência Nacional do Cinema), até 2009.

Rangel integra a diretoria colegiada da agência, que regula o setor cinematográfico, desde 2005. A partir de agora, substitui na presidência Gustavo Dahl, cujo mandato terminou no último sábado.

A diretriz do órgão, segundo Rangel afirmou à Folha, será “continuar o trabalho do Gustavo [Dahl], trabalhar em parceria com a Secretaria do Audiovisual [Orlando Senna] e implantar o projeto do Fundo Setorial do Audiovisual, com as conquistas que ele representa”.

O novo presidente da Ancine foi um dos principais articuladores do projeto de lei do Fundo Setorial do Audiovisual, que prevê mais receitas para o setor, como a criação de um fundo, estimado em R$ 42 milhões para 2007.

Ex-dirigente da Associação Brasileira de Documentaristas, Rangel foi assessor do Ministério da Cultura na gestão Gil e lutou em favor do projeto da Ancinav, abortado sob polêmica.

A diretoria da Ancine é formada por quatro membros. Um dos postos está vago. O cineasta Leopoldo Nunes, cuja indicação para a diretoria foi aprovada neste mês pelo Senado, também foi nomeado.

    Author: Redação

    Share This Post On