Museu Afro-Brasil Lança Catálogo

O Museu Afro-Brasil de São Paulo lança o catálogo da exposição “Brasileiro, Brasileiros” para perpetuar, por meio da arte, cinco séculos de história. A obra mostra as diversas raças que calcaram seu espaço em território nacional, cabendo ao negro e ao índio um espaço de destaque no acervo.

Nesse contexto, está à mostra, até o dia 15 de maio nas dependências do museu, no parque do Ibirapuera, e nas 224 páginas do catálogo, essa pluralidade racial destacando as etnias mais excluídas.

As imagens são emblemáticas. Pinturas, fotos e objetos se traduzem na particularidade da cultura miscigenada brasileira. Artistas com Di Cavalcanti, Pedro Campofiorito, Lasar Segall e Anita Malfati refletem a cor deste mundo tropical, enquanto textos de personalidades importantes, como Castro Alves e Hans Staden, perfilam entre as obras.

De acordo com Ana Lúcia Lopes, coordenadora do núcleo de educação do Museu Afro-Brasil, o catálogo segue a mesma linha da exposição e tenta traduzir a constituição de Brasil pelo seu povo.

“Faz uma homenagem aos donos da terra (índios) e aos personagens que são ícones dessa miscigenação. Procura mostrar as várias facetas dessa formação: a negra, a indígena e a européia, além de reunir obras que nunca saíram do seu local de origem”, diz ela, que destaca algumas particularidades.

“Temos retratados como arte a batalha dos Guararapes, em que aparece o comandante negro Henrique Dias, que o Museu do Estado de Pernambuco emprestou para a gente, além de um obra que revela a invasão dos holandeses e os negros que lutaram durante a invasão em Olinda”.

Ana Lúcia também chama atenção para o quadro “Redenção de Cã”, do acervo do Museu Nacional do Rio de Janeiro, que mostra a idéia presente no século 19 do branqueamento do povo brasileiro, exaltando a raça branca.

Espelho
O curador da exposição, Emanoel Araújo, em texto presente no catálogo, ressalta a riqueza racial como espelho de cada um de nós: “Essa exposição é uma tentativa de nos mostrar a nós mesmos nessas imagens, ora índios, ora caboclos, ora negros, ora mestiços de mil cores, sem esquecer os outros que também entraram nessa aliança, alemães, italianos, espanhóis, japoneses, sírios, libaneses, judeus, franceses, e muitos outros que vivem e amam e procriam e participam desse imenso e belo melê”.
AGENDA – O catálogo “Brasileiro, Brasileiros” é vendido por R$ 70 e pode ser adquirido pelo telefone 11 5579- 8542.

 

    Author: Redação

    Share This Post On