MTV se opõe à Globo e apóia ministério

 

 

 

 

A MTV, emissora do Grupo Abril, começou ontem a veicular uma vinheta em que apóia a classificação indicativa de programas, ao contrário de todas as outras redes comerciais.

 

A vinheta é uma resposta à peça publicitária da Globo (também exibida no SBT) em que uma criança aparece com os olhos encobertos por várias mãos, numa defesa da idéia de que somente os pais devem dizer o que seus filhos podem ver.

 

Toda essa movimentação ocorre porque o Ministério da Justiça deve editar na próxima segunda uma nova portaria regulamentando a classificação indicativa. A portaria introduz um manual (que determina percentuais de violência, sexo e drogas que se pode exibir em cada horário) e cria dispositivos de punição ao não cumprimento da classificação.

 

Na prática, isso torna obrigatório o cumprimento de horários, o que hoje só pode ocorrer em caso de decisão judicial. Para a Globo, é a volta da censura.

 

A vinheta da MTV diz que “a televisão brasileira já fez coisas geniais mas também colocou diversas porcarias no ar” porque “alguns profissionais são capazes de qualquer coisa na luta pela audiência”. Por isso, defende não só “a responsabilidade dos pais na educação dos filhos”, mas também a existência da “classificação indicativa de horários” porque os “veículos de comunicação são os maiores responsáveis pelo conteúdo que exibem”.

    Author: Redação

    Share This Post On