Mostra “ Paraná – Caminhos da História e da Arte “

 

 

 

 

           O Governo do Paraná por meio da Secretaria de Estado da Cultura e da Junta Comercial do Paraná, estará realizando a partir do 04 de agosto de 2005, o Projeto “Paraná – Caminhos da História e da Arte“.  Serão exposições itinerantes percorrendo cerca de dez municípios do Estado, das várias regiões.  O primeiro módulo terá início em Maringá, no Museu de Artes da cidade.  A Mostra vem oferecer ao público a oportunidade de fruir do acervo de importantes museus estaduais como: Museu Alfredo Andersen, Museu de Arte Contemporânea, Museu da Imagem e do Som, Museu Oscar Niemayer, Museu Paranaense, Museu do Mate e Casa João Turin.   São objetos, documentos, fotos e obras de arte representando a história e a produção artística paranaense, de forma a possibilitar que o visitante conheça sua memória fazendo uma reflexão de si mesmo.  A Mostra,  de cunho didático, busca a interação da comunidade local e estudantes dos diversos níveis, com a história e a arte paranaense.  A abrangência da exposição possibilita divulgar o patrimônio cultural do Estado, promovendo a valorização e a divulgação de fatos históricos que levam à disseminação da produção de artistas que fizeram a trajetória das artes plásticas no Paraná relacionando-os com a história da ocupação do nosso território.

           O Projeto “Paraná – Caminhos da História e da Arte” traça o seu perfil nos seguintes períodos:

·        Paraná Pré-história, mostrando peças arqueológicas e a arte rupestre dos primeiros povos que habitaram nosso território a milhares de anos atrás.

·        Paraná Indígena, ressalta os principais grupos indígenas do nosso Estado, ou seja, os Guarani os Kaingáng e os Xetá, com a mostra de objetos que falam dos usos e costumes desses povos: as atividades de sobrevivência – caça e pesca; o artesanato, na cerâmica, na tecelagem e na cestaria:        

·        Paraná Comarca, com o trabalho dos artistas viajantes estrangeiros que transitaram pelo território, documentando a vida paranaense através de seus trabalhos, levando ao resto do mundo as primeiras notícias sobre os habitantes dessa terra. São obras de Debret, Guilherme Michaud, John Henri Elliot e Hugo Calgan, da primeira metade do séc XIX.  Entre os objetos da época, aqueles que se referem ao 1º e 2º Império, ao Ciclo do Mate, ao Tropeirismo e à Emancipação Política do Paraná.       

·        Paraná Província e Paraná República com fatos da segunda metade do séc XIX e início do séc XX.  – Após a Emancipação, o Paraná passou por um processo de modernidade, com ajuda da indústria ervamateira.  A vida social se organiza, a política se destaca junto ao Império, a educação e as artes proporcionam afluência às informações.  Nessa época, em Paranaguá, surge a primeira pintora paranaense, Iria Correa – que se destaca, expondo seus trabalhos em 1866.  Em Curitiba, aparecem as primeiras Escolas de Arte, com o português Mariano de Lima e o norueguês Alfredo Andersen, considerado o “ Pai da Pintura Paranaense”.  Além do trabalho desses artistas, o público poderá apreciar na exposição, obras de Theodoro De Bona, João Turin, Jaco Paraná e Maria Amélia D`Assumpção.  Ainda, quanto aos fatos históricos serão mostrados dados, objetos e documentos sobre a Revolução Federalista (1893/1894); a chegada dos Imigrantes; a criação da Junta Comercial do Paraná (1892); a construção da Estrada de Ferro ( Curitiba-Paranaguá) e o surgimento da Universidade do Paraná, a 1ª do país (1912).

·        Paraná Desenvolvimento – séc. XX.  O desenvolvimento dos meios de comunicação, na Capital e outras cidades paranaenses: o telefone, o rádio e a televisão.    

A liberação feminina se faz notar já na década de 20, com a mulher conquistando espaços antes destinados  somente aos homens.

A produção cafeeira  dá ao Estado grande impulso econômico.  Surgem novos povoamentos, principalmente no Norte do Paraná.

Nas artes plásticas, o público poderá apreciar o trabalho dos artistas:  Guido Viaro, Poty, Nilo Previdi, Bakun, Helena Wong, Leonor Botteri e Luiz Carlos de Andrade Lima.

A itinerância da Mostra que ora se inicia irá até outubro de 2006, em municípios como, Toledo, Foz do Iguaçu, Campo Mourão, Guarapuava, Ponta-Grossa, Paranaguá e outros.

 

 

 

1º Módulo  

 

Dia 04 de agosto/2005 – 19hs

Museu de Artes de Maringá

Praça

Maringá – PR

 

Maiores informações: (41) 3222 – 8262

                                    (41) 3304 – 3300

                                    (41) 3321 – 4786

       

 

 

Comissão Organizadora – Secretaria de Estado da Cultura

 

 

Leia mais sobre o Museu Paranaense…

 

Sala Especial
Loureiro Fernandes e os percurssores da Antropológia no Paraná
Leia mais  Design Ontem e Hoje
Mostra de objetos do inicio do sécXX e inicio do XXI
Leia mais  Sala das Coleções
Mostra a História da Imprensa Gráfica no Paraná
Leia mais  Sala Personagens Paranaenses
Homenagem a Alceu Chichorro Junior
Leia mais  Doadores do mês de Junho/2005
Doadores ao Acervo do Museu Paranaense
Leia mais  Biblioteca do Museu Paranaense
Reabertura da Biblioteca do Museu Paranaense
Leia mais  Loja Cultural
Inaugurada Loja Cândido Murici do Museu Paranaense
Leia mais

    Author: Redação

    Share This Post On