Moradores reclamam de lixo acumulado no Pontal do Paraná

Moradores de Pontal do Paraná, no Litoral do Paraná, afirmam que a coleta de lixo no local está sendo feita de maneira precária quando tem, sendo que na maioria do tempo e dos balneários não tem. Eles explicam que os sacos de lixo estão se acumulando nas ruas, atraindo insetos e ratos para as residências.

A professora Marli Terezinha, disse que os problemas causados pelo acúmulo do lixo próximo às casas são muitos, prejudiciais e desagradáveis. “São pernilongos, moscas, ratos, baratas. Tudo de ruim que o morador e o turista têm que enfrentar”, desabafou.

A funcionária pública Regina Célia afirma que ligou diversas vezes para a Prefeitura de Pontal do Paraná que é responsável pela coleta na cidade, mas não obteve resposta sobre a normalização do serviço. “Já entrei em contato por duas vezes, mas quando eu abri pela manhã o portão da minha casa à coleta não tinha sido feita. Entrei em contato novamente e a até agora nada”, aponta.

Com a temporada de verão a todo vapor e com muitos veranistas frequentando as praias, é comum encontrar lixo acumulado nas orlas de Praia de Leste, Ipanema, Santa Terezinha, Sangrai-la e outros balneários do município. A reportagem do Portal Brasil Cultura esteve nas ruas e avenidas principais  dessas praias e apurou que há lixo por toda a extensão da orla.

‘Paraíso paranaense’ ameaçado por atitudes predatórias do Poder Municipal

Na área de Turismo, as reclamações dão conta que não há uma atuação de forma integrada no planejamento dos objetivos e metas para o município; parece não haver quem coordene a execução das políticas e diretrizes da administração municipal para o desenvolvimento do turismo no município e nem percebe que o descaso com a questão do lixo prejudica não só os moradores mas também e diretamente os turistas, que em ultima analise seriam responsáveis na geração de trabalho e renda para os munícipes.

Diante das queixas quanto à precariedade na coleta de lixo o prefeito de Pontal do Paraná, Edgar Rossi, foi procurado, mas não atendeu a reportagem e nem retornou as ligações.

 

    Author: Redação

    Share This Post On

    Enviar um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *