MARIA FARRAR 2

 

                 

                                    Barbara e Sérgio Brito

 

Marina Machado conta tudo sobre o espetáculo.Leia mais aqui…

 

 

Tudo começou, quando resolvi fazer a oficina teatral com Sérgio Brito, pois foi quando tive a oportunidade de ser apresentada ao

“POEMA DO MEDO”.

O impacto foi tanto que não me perdoei por não ter conseguido amadurecer o trabalho o suficiente para apresentá-lo ao diretor, e desde então, dei continuidade ao trabalho estudando e analisando-o de tal forma que virou paixão. Me aproveitando da ocasião de estar desenvolvendo oficinas pelo Estado do Paraná através da Secretaria da Cultura, introduzi este texto como ferramenta principal.

Uma das cidades que vale a pena destacar pela história que se desenrolou. Fui preparada para desenvolver um trabalho com adultos,pois assim foram as informações que recebi, e quando me deparei em frente à turma, na minha frente só se viam crianças… Tentei resolver, no dia seguinte,  procurando uma biblioteca ou uma livraria, ou alguém que pudesse me ajudar com livros , mas nada encontrei…

 

Olhei para o meu material e lá estava, 

“O Poema do Medo”,olhando para mim, não tive dúvida e pensei: “Vou trabalhar Sim!” este texto com crianças e adolescentes, pois justamente esta fase que ele precisam conhecer e reconhecer assuntos graves, que não só pairam pelo ar, mas que existem!!! Realizei um dos trabalhos mais lindos da minha vida, ao colocar MARIA FARRAR no palco. E assim fui realizando este trabalho, até realmente, fazê-lo virar um espetáculo.

Agora em 2005 está completando 14 anos de cumplicidade com este texto de Bertold Brecht e mais uma vez ele vai em cena de uma forma mais intelectualmente desenvolvida, por razões que agora eu sei muito bem, que é minha vontade de questionar tudo e todos…

Referendo?

Fome Zero?

Pobreza?

Aids?

Doenças?

Ignorância?

São tantos os questionamentos pra gente pensar no bem e no mal…E em como resolver a nossa missão de ser feliz!!!

                                                    Marina Machado

    Author: Redação

    Share This Post On