Luta Antimanicomial

Secretário-executivo Juca Ferreira reafirma seu engajamento com o movimento

Desde os anos 70, diversas instituições questionam as relações de estigma e exclusão que a nossa cultura estabelece com relação aos que solicitam dos cuidados em saúde mental. Já naquela época, propunha-se mudanças no cenário nacional. Estava embrionário o Movimento de Luta Antimanicomial, que veio a ser consolidado em 1987, na cidade de Bauru, quando foi lançado o Dia Nacional da Luta Antimanicomial – 18 de maio – com o lema: Por uma sociedade sem manicômios.

Para assinalar a data, a Câmara Municipal de Salvador promove nos dias 19 e 20 de maio uma série de debates com o tema A história de Eduardo Araújo e a Luta Antimanicomial em Salvador. O secretário-executivo e ministro interino da Cultura, Juca Ferreira, enviou ofício à presidência daquela casa legislativa reafirmando seu engajamento na causa.

 

    Author: Redação

    Share This Post On